A paixão de Moises Gonzalez pela arte de fotografar

"Eu nunca fiz curso relacionado a fotografia, mas pretendo me qualificar para fotografar melhor", afirmou ao Portal RSN o fotógrafo amador

A paixão de Moises Gonzalez pela arte de fotografar (Foto: Moises Gonzalez)

A cada ‘clic’ ele se apaixona mais pela arte de registrar momentos e lugares. Assim é Moises Gonzalez, o jovem paraguaio de San Alberto, cidade que fica distante 100 quilômetros de Ciudad de Leste. O pai é brasileiro, a mãe paraguaia. Ele e outros dois irmãos vivem em Guarapuava, onde chegaram há oito anos.

(Foto: Moises Gonzalez)

Apesar de sempre se sentir atraído pela fotografia, faz apenas dois anos que ele passou a se dedicar ao hobby de fotografar Guarapuava.

(Foto: Moises Gonzalez)

Assim, o jovem de 25 anos que trabalha e cursa o segundo ano de administração contou ao Portal RSN um pouco dessa história. E a fotografia de Moises traz um olhar apurado aos detalhes. Não é um simples registro.

(Foto: Moises Gonzalez)

Quando olhamos as fotos feitas por ele, percebemos que elas transmitem uma mensagem, um sentimento. Vai além da foto vista no celular ou na tela do computador.

(Foto: Moises Gonzalez)

O que chama a atenção é que de acordo com Moises, nada é planejado. “São fotos de momento, sem planejar. Saio para pedalar, acabo fazendo uma foto legal. Vou no fim da tarde tomar um tererê no Parque do Lago, por exemplo, sai uma foto bonita”.

(Foto: Moises Gonzalez)

Ele conta que tem câmera profissional, mas quase não usa. O equipamento utilizado para fazer as fotografias é um celular.

(Foto: Moises Gonzalez)

“Toda foto tem uma história. Além de algumas fotos mais produzidas, como a do menino que estava “pegando o sol” com um chapéu”.

(Foto: Moises Gonzalez)

“Fiz também outra foto em que usei um dragão de brinquedo e uma criança parecendo tocar o “animal” que aparenta ser grande. São mais produzidas, mas não menos belas.”

(Foto: Moises Gonzalez)

NATUREZA

Apesar disso, para Moises são as cenas da natureza que mais têm apelo fotográfico.

(Foto: Moises Gonzalez)

Assim, ele de dedica a fotos com por do sol, espelhos de água, fotos diurnas e noturnas e também as que classificam as estações do ano.

Fotos tiradas no inverno e no verão (Foto: Moises Gonzalez)

“Minhas fotos trazem a visão que eu tenho das coisas. A valorização das pequenas coisas do nosso dia-a-dia.”

(Foto: Moises Gonzalez)

E se engana quem pensa que em Guarapuava não tem muito o que fotografar. Com olhar apurado de quem veio de fora, Moises é a prova disso. “Aqui mesmo é possível fazer belas fotos. Não é preciso viajar para longe”.

(Foto: Moises Gonzalez)

O paraguaio já guarapuavano, diz que não tem planos para deixar a cidade e que ainda tem muito para explorar em Guarapuava. “Fotografo quase todo dia. Com isso, aprimoro o olhar para os detalhes, quando se faz o que se gosta”.

Futuramente, Moises planeja montar uma página na internet para compartilhar as fotos e quem sabe até transformar o hobby em algo mais profissional.

(Foto: Moises Gonzalez)

“Eu nunca fiz curso relacionado a fotografia, mas pretendo me qualificar para fotografar melhor”. Por fim, sobre o que é uma foto boa ou ruim ele afirmou:

“A foto ruim é aquela que é um simples registro do momento, não traz possibilidades além do que se vê. Já uma foto boa para mim é aquela que transmite sentimentos, que nos faz parar e observar os detalhes, vai além do registro”.

Apresentação do Coral do Anjos no Parque do Lago (Foto: Moises Gonzalez)

Moises Gonzalez colabora com fotos para o Portal RSN, principalmente para a capa do Facebook do portal.

(Foto: Moises Gonzalez)

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

DOE SANGUE

Dia do Doador de Sangue reforça a importância de ajudar a salvar vidas

MAIS CASOS

Em 24h, Guarapuava confirma 95 novos casos de covid-19

VAMOS PARTICIPAR?

UniGuairacá promove live com o tema 'Envelhecer é uma arte'

Comentários