Adapar indica que 25 animais estão doentes em Guarapuava e PG

Em Guarapuava, o Estrato IV junto a Ponta Grossa, há 26.011 propriedades com 1.442.042 animais. O teste ocorreu em 251 delas

Relatório da Adapar indica que 25 animais estão doentes em Guarapuava e PG (Foto: Reprodução/AEN)

A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) publicou o relatório do inquérito soro-epidemiológico de brucelose e de tuberculose bovinas. De acordo com o documento, existem prevalências de brucelose no Paraná de 4,87% em propriedades, e 2,24% em animais. Já para tuberculose o índice está em 2,5% em propriedades, e 0,35% em animais.

Em Guarapuava, Estrato IV junto a Ponta Grossa, há 26.011 propriedades com 1.442.042 animais. Conforme a Agência Estadual de Notícias, apenas 251 propriedades passaram pelo teste. Dessas, 1.702 animais testaram brucelose, 12 positivados e 2.692 tuberculose, com 13 positivados.

De acordo com os dados, no Estrato IV em cada 3,98% de propriedades, 0,37% estão contaminados com tuberculose. No informativo, os tipos de exploração destacam a prevalência da doença. Assim, 4,10% dos animais doentes estão em terras exploradas para corte. Por fim, 4,95% leite e 2,59% misto.

Já com Brucelose, a prevalência é em 3,98% de propriedades, com 1,43% animais contaminados. Desse modo, mais de 4% dos contaminados estão em áreas de pecuária de corte. Bem como, 5,94% em leite e 1,29% em território misto. O inquérito feito em 2018 envolveu 1.757 propriedades no Paraná e cerca de 17 mil animais no estudo.

(Foto: Reprodução/Pixabay)

Em 2002, a Adapar organizou a penúltima pesquisa. De 2002 para 2018 houve uma diferença de 1,68%. O comparativo de prevalência aparente de brucelose bovina entre os inquéritos aponta que há 18 anos, 2,3% testaram positivo para a doença. Já a tuberculose, testada pela última vez em 2005, apresentou uma diferença de 0,09%. Isso porque, 3,89% tiveram o resultado positivado.

PARCERIAS

Para organização dos inquéritos, os fiscais de Defesa Agropecuária e Assistentes de Fiscalização da Adapar receberam treinamento relacionado à amostragem. Bem como colheita de material e envio das amostras ao laboratório Centro de Diagnóstico Marcos Enrietti (CDME).

Além disso, contaram com a colaboração da Universidade de São Paulo, Universidade Estadual de Londrina e Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Assim, demonstrando a relevância do estudo. Conforme o gerente de Saúde Animal da Adapar, Rafael Gonçalves Dias, o Programa Estadual de Controle e Erradicação de Brucelose e Tuberculose deve tomar novas diretrizes.

De acordo com ele, o trabalho teve envolvimento e comprometimento dos servidores da Adapar. “Estamos felizes por entregar à sociedade os resultados que nos auxiliam na tomada de decisões e evolução na legislação que normatiza o controle e erradicação dessas doenças”.

MEDIDAS

(Foto: Reprodução/Pixabay)

O saneamento das propriedades precisa adotar novas medidas. Com isso, a fim de diminuir a ocorrência das duas enfermidades. A Resolução Nº 055, de 26 de junho de 2020, dispõe sobre a indenização de proprietários de animais diagnosticados como reagentes positivos para tuberculose.

Além disso, a Portaria nº 154, de 17 de julho de 2020, estabelece as normas para indenização de proprietários de bovinos e bubalinos. A Portaria nº 157, de 17 de julho de 2020, estabelece as normas para o saneamento de propriedade com bovino ou búfalo diagnosticado positivo para brucelose ou tuberculose.

AS ENFERMIDADES

A brucelose e a tuberculose bovinas são doenças bacterianas de caráter crônico causadoras de perdas econômicas para a exploração pecuária de leite e carnes. Além disso, podem ser transmitidas para o homem. Em todo o território nacional, a brucelose e a tuberculose são consideradas endêmicas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

RIQUEZA DO CAMPO

Produção de cevada pode crescer 11% este ano no Paraná

SABORES DA CASA

Site Compre do Produtor agora também conta com venda de cervejas artesanais

MELHORIAS NO CAMPO

Pavimentação em estradas rurais facilita a vida no interior de Goioxim

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com