Adolescentes entram para a história do Tiro Olímpico em Guarapuava

Três atletas de Guarapuava conquistam feito inédito em campeonato da Liga Nacional de Tiro ao Prato. Eles competiram com atletas adultos

Adolescentes entram para a história do Tiro Olímpico em Guarapuava (Foto: Divulgação)

Três atletas de Guarapuava colocam o município no topo do ranking do Tiro Olímpico Nacional. De acordo com a Liga Nacional de Tiro ao Prato, os adolescentes conseguiram um feito inédito no Campeonato Brasileiro de Fossa Olímpica. Conforme a Liga, Hussein Kluber Daruich de 13 anos e Haddy Darwich Gomes de 14 anos surpreenderam na Copa Shotgun, no último fim de semana em Guarapuava.

Entre atletas com nível de seleção brasileira, os guarapuavanos atingiram o índice América. Assim, eles atingiram 116 pratos, dos 125 lançados. “Trata-se de um fato inédito no tiro esportivo mundial”. Conforme a Liga, Tarik Adnan Darwiche de 16 anos, acertou um prato a menos (115/125). Entretanto, mesmo assim, ele também conquistou um excelente índice: o MQS, Minimum Qualification Score. De acordo com essa marca, os atletas terminaram a competição entre os seis melhores na final do Tiro Olímpico.

Assim, competindo com cerca de 70 atletas, os meninos entraram para a história do esporte. Para se ter uma ideia, um desempenho olímpico é alcançado a partir do acerto de 118 pratos. Portanto, trata-se de alto nível técnico inesperado para quem ainda está no início de uma carreira. Entretanto, o excelente desempenho não surge por acaso. Hussein, por exemplo, treina desde os 10 anos.

‘LEOZINHO’ TAMBÉM SE DESTACA

Todavia, o  também guarapuavano Leonardo Gomes Lustoza de 20 anos, também se destacou na competição. Campeão mundial de tiro esportivo, ‘Leozinho’ obteve 120, dos 125 pratos na classificatória. De acordo com a Liga, na final ele ganhou do chapecoense Jaison Santin. Esse atleta compõe a Seleção Brasileira Permanente. Entretanto a performance dos guarapuavanos não parou por aí. O atleta José Carlos Lustoza, campeão na Sênior B, também se destacou no campeonato.

De acordo com o vice-presidente da Liga Nacional de Tiro ao Prato, Acir Mores Edling, esta é a primeira vez na história da Confederação Brasileira que quatro atletas juniores participam numa final adulta.

Nesta competição estavam presentes pelo menos cinco atletas adultos considerados como sendo da elite do Tiro ao Prato nacional. Nenhuma outra cidade ou estado brasileiro tem tantos atletas juniores de alto rendimento como Guarapuava.

Conforme Acir, essas conquistas, além de demonstrar o talento dos jovens, consolidam o crescimento do esporte na cidade. “Um trabalho que começou há mais de mais de quatro décadas e tornou Guarapuava um celeiro de novos campeões. “Esses meninos e meninas miram alto e, em breve, devem brilhar em grandes competições internacionais”.

Com organização da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo, a próxima etapa em novembro deste ano terá Minas Gerais como sede. Já a final está marcada no Rio de Janeiro, em dezembro.

TALENTO EM FAMÍLIA

Talento em família (Foto: Divulgação)

A boa pontaria é mesmo um talento de família. Além dos primos Haddy e Tarik, a irmã de Hussein, Hanna de 16 anos, sagrou-se campeã na Fossa Olímpica Júnior Feminino. De acordo com os atletas, tanta inspiração e incentivo vieram do tio e ex-competidor Adl Darwich. Conforme o ex-atleta, ele levava os sobrinhos ainda pequenos para acompanhar o treinamento.

“Pra mim é um motivo de muito orgulho. Esse nível de habilidade, geralmente, apenas os atletas profissionais que disputam muitas competições alcançam. Eles possuem grande nível de concentração e autocontrole. Isso indica que eles têm um belo caminho no esporte. Além disso, a prática do esporte auxilia no dia-a-dia. Assim como no no controle emocional, organização das tarefas, na atenção aos estudos e com outros hábitos saudáveis”.

O RESULTADO

Equipe Campeã Fossa Olímpica – Masculino
Haddy Darwich Gomes
Hussein Kluber Daruish
Leonardo Gomes Lustoza

Desempenho individual
Leonardo Gomes Lustoza – Campeão da final Fossa Olímpica – Masculino e Fossa Olímpica Júnior – Masculino
Hussein Kluber Daruish – 4º Lugar na Fossa Olímpica Masculino – Júnior 6º colocado Fossa Olímpica  -Masculino
Haddy Darwich Gomes – Vice-Campeão Fossa Olímpica – Masculina – Júnior e 4º lugar na final da Fossa Olímpica Masculina
Hanna Daruich – Campeã da Fossa Olímpica Júnior – Feminino
Tarik Darwiche – 3º lugar na final da Fossa Olímpica – Masculino (bronze) e 4º na Júnior, 4º colocado Fossa Olímpica – Masculino – Júnior
José Carlos Lustoza – Campeão na Sênior B

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

FUTEBOL DE SALÃO

CAD dispensa elenco após eliminação na Série Prata do Paranaense

PRAZO FINAL

Grupo gestor do CAD emite carta oficial sobre polêmica envolvendo FPFS

FUTURO INCERTO

CAD empata em 3 a 3 contra Apaf em jogo polêmico em Paranaguá

Comentários