Ameaça termina com prisão de três pessoas em Guarapuava

A ameaça ocorreu no bairro Jardim das Américas onde um homem não quis deixar o filho pequeno com a ex-mulher porque ela estava bêbada em uma festa

Ameaça termina com prisão de três pessoas em Guarapuava (Foto: Arquivo/RSN)

A Polícia Militar atendeu uma ocorrência de ameaça, que terminou com a prisão de três pessoas. Uma delas soldado do exército do 26ª GAC em Guarapuava. Assim, conforme a PM, às 20h35, um homem relatou aos policiais que se separou da esposa havia algumas semanas. Além disso, disse que foi levar o filho para a mãe como o combinado.

Entretanto, ao chegar na casa dela, na rua Cel. Vivida, Jardim das Américas, percebeu que a mãe da criança estava embriagada. No local, os policiais constataram que havia um grupo de aproximadamente 13 pessoas fazendo uma festa. De acordo com a PM, várias pessoas estavam ingerindo bebida alcoólica.

Em abordagem, nada de ilícito foi encontrado. Porém, conforme a polícia, em contato com a mãe da criança ficou nítido que ela estava embriagada e sem condições físicas e psicológicas para cuidar de uma criança com menos de três anos.

Assim, a polícia solicitou a presença do Conselho Tutelar, mas em conversa com o conselheiro, ele não quis acompanhar a situação alegando que embriaguez não é caso de conselho e sim de polícia. Porém como a situação se tratava do bem estar de uma criança, a PM deixou a criança sob os cuidados do pai, tendo em vista o estado de embriaguez em que a mãe se encontrava.

AMEAÇA

Depois que tudo estava resolvido, após a situação já estar resolvida, e após todos estarem liberados, dois jovens de 19 anos e uma jovem de 18 anos, passaram pelo carro onde estava o homem que havia denunciado a ex-mulher e o ameaçaram.

De acordo com a PM, os três disseram ao homem que a situação não ia ficar assim e que ele não deveria ter chamado a polícia, e que ia ter volta. A Polícia Militar prendeu os três e os encaminhou com a vítima até o 16º BPM para a confecção do termo circunstanciado.

Um dos jovens é soldado do exército brasileiro. Por fim, foi entrado em contato com o 26º GAC, e solicitada a presença de um graduado para acompanhar a situação. Assim, um sargento do exército compareceu e acompanhou o procedimento.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Sobe para 286 os casos de pacientes infectados em Guarapuava

MELHORIAS

Comandantes da Polícia Militar visitam novo destacamento de Entre Rios

ATÉ 10 DE JULHO

UTFPR tem 148 vagas em 4 cursos em Guarapuava pelo Sisu

Comentários