Aneel define novas tarifas de energia para a Companhia Força e Luz do Oeste

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou os índices de reajuste de tarifa dos 47 mil 914 consumidores residentes em Guarapuava, interior do estado do Paraná.

O reajuste médio será de 4,85%, mas os valores variam de acordo com a classe de consumo. Os consumidores de baixa tensão, os chamados residenciais, terão um reajuste de 6,82%.

Para os consumidores industriais, o reajuste é mínimo, em média 1,82%, o que para o Superintendente Comercial da Força e Luz do Oeste, Paulo Barbério, “é uma forma de garantir o desenvolvimento e fomentar a geração de emprego e renda no município de Guarapuava”.

Segundo o superintendente ainda, foram principalmente os custos não gerenciáveis que contribuíram para o aumento da tarifa. São os custos que fogem da responsabilidade da gestão da distribuidora, como por exemplo, a variação do preço da energia comprada. Somente estes dois itens foram responsáveis por 79,40% de todo o reajuste deste ano.

Outro fator que também teve influência foi a alteração da data-base para reajuste da tarifa, que antes era realizada em 03 de fevereiro, e passou para 29 de junho conforme definido pela Resolução Homologatória ANEEL nº 759 de 21 de janeiro de 2009, representando um período
de quase 16 meses desde a última alteração tarifária.

Fazem parte ainda do reajuste da tarifa, os custos gerenciáveis pela distribuidora, ou seja, os valores relacionados à manutenção e operação do sistema elétrico. Estes custos subiram 7,01% no período, mas impactaram em pouco menos de 2% no índice de reajuste total (6,82%).

A título de comparação, a inflação registrada no período medida pelo (IGP-M), variou 7,39%, contra os 4,85% de impacto médio do reajuste tarifário. Mesmo para a classe Baixa Tensão que teve reajuste de 6,82%, o índice ficou abaixo da inflação do período. Desde 2007, as tarifas médias da Companhia Força e Luz do Oeste tiveram variação quase nula, tendo sofrido reajustes de +1,89% em 2007, -5,81% em 2008 e +4,85% neste ano.

Apesar dos pequenos reajustes nas tarifas, a Companhia Força e Luz do Oeste continua com ótimos indicadores de qualidade da energia distribuída, além de possuir uma das tarifas residenciais mais baratas do Brasil e estar entre as finalistas ao Prêmio ABRADEE de satisfação do consumidor residencial em sua categoria, o que representa aproximadamente 90% de aprovação de seus consumidores.

Os novos reajustes para os preços que serão praticados pela Companhia Força e Luz do Oeste a partir de 29 de junho foram autorizados pela diretoria da Aneel e serão publicados através de resolução homologatória.

Morgana Nunes

Fonte: Força e Luz do Oeste

Relacionadas

PANDEMIA DA COVID-19

Guarapuava registra mais duas mortes por covid-19

MAIS FACILIDADE

Sanepar permite parcelamento em até 60 vezes para dívidas

LUTO

Morre nesta segunda (18) a empresária Aline Pires em Guarapuava

Comentários