Balanço: De cinco mortes no Paraná, uma foi na região de Guarapuava

Na região, segundo a PRF, duas pessoas ficaram feridas em acidentes de trânsito nesse feriadão

A Operação Nossa Senhora Aparecida, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), registrou um aumento no número de acidentes com feridos em rodovias federais, conforme a atuação das delegacias da região de Guarapuava. De acordo com dados repassados ao Portal RSN, na BR-277 e na BR-373, o crescimento refere-se ao número de acidentes nestes trechos, com relação ao mesmo feriado do ano passado.

Na Serra da Esperança, uma colisão frontal envolveu dois veículos e deixou duas pessoas com ferimentos leves (Foto: PRF)

Este ano, segundo a PRF, houve um acidente com duas pessoas feridas na Serra da Esperança e, ainda, um acidente com um óbito na área rural de Candói, que vitimou Mateus Eloir Girardi, de 13 anos. Ainda nesta operação, a PRF fiscalizou, em rodovias federais da região de Guarapuava, 225 pessoas em 212 veículos e em 18 motocicletas. No período entre a última quinta feira (11) e esse domingo (14), policiais realizaram 81 testes de alcoolemia, sendo dois positivos e destes, uma pessoa presa. Além disso, a Operação Nossa Senhora Aparecida aplicou, ainda, 20 autuações por ultrapassagens proibidas, uma autuação criança sem cadeirinha e recolheu oito veículos sem condições de segurança ou por débitos nesta região.

Vítima de 13 anos morreu atropelada, em Candói (Foto: PRF)

Em 2017, no mesmo feriado, foi registrado um acidente com três pessoas feridas na região que compreende o Posto Guará.

NO PARANÁ

De acordo com a PRF, durante os quatro dias de Operação Nossa Senhora Aparecida, cinco pessoas morreram e outras 104 ficaram feridas nas rodovias federais do Estado. Neste período, a polícia flagrou 5.904 veículos transitando acima dos limites máximos de velocidade.

Durante o feriado prolongado, cinco pessoas morreram nas rodovias federais paranaenses e outras 104 saíram feridas. Das cinco vítimas mortas, duas eram motociclistas. Uma, ciclista. Outra, pedestre. As equipes da PRF atenderam 80 acidentes entre 11 e 14 de outubro.

(Foto: PRF)

Ainda foram registrados pela PRF: 62 flagrantes de motoristas dirigindo sob influência de bebidas alcoólicas, 350 manobras proibidas de ultrapassagem e 44 veículos com crianças sendo transportadas sem o equipamento de retenção adequado à idade (bebê-conforto, cadeirinha ou assento de elevação). No total, 224 veículos foram recolhidos pelos policiais rodoviários federais, por diferentes irregularidades.

Entre as causas dos cinco acidentes com morte atendidos pela PRF estão velocidade incompatível com o trecho, falta de atenção do motorista ou do pedestre e falha mecânica. Todas as cinco mortes ocorreram em trechos de reta. Três delas, em pista seca.

COMPARATIVO

No mesmo feriado prolongado de 2017, quando a operação teve um dia a mais de duração, tendo em vista que o dia 12 de outubro, naquele ano, caiu em uma quinta feira, oito pessoas morreram, 126 ficaram feridas e a PRF atendeu 163 acidentes.

Relacionadas

COMBATE AO CRIME

PRF apreende mais de meia tonelada de maconha em Guarapuava

MAIS UM NOME DIVULGADO

Celso Góes anuncia o novo titular da Secretaria Executiva

PRIMEIRO ESCALÃO

Rita Felchak é a primeira escolha de Celso Góes para o novo mandato

Comentários