CAD empata em 3 a 3 contra Apaf em jogo polêmico em Paranaguá

Diretoria do CAD pede urgência à federação na apuração de fatos envolvendo o São Miguel, que ainda podem mudar a classificação

CAD empata em 3 a 3 contra Apaf em jogo polêmico em Paranaguá (Foto: CAD)

O Clube Atlético Deportivo (CAD) empatou em 3 a 3 em jogo polêmico contra a Apaf de Paranaguá no sábado (7). O jogo da última rodada desta 2ª Fase do Paranaense de Futsal Série Prata, ocorreu no litoral e valia muito mais que os três pontos: a vitória daria a classificação do CAD para a semifinal da competição.

Conforme a assessoria de imprensa do Clube, todas as equipes do Grupo C chegaram com chances de se classificar. Assim, a promessa de grandes jogos se concretizou no fim da rodada que resultou em São Miguel do Iguaçu e Coronel Vivida classificados. Mas entenda como a classificação pode mudar.

O JOGO EM PARANAGUÁ

O time guarapuavano criou pouco na primeira etapa. E viu as melhores chances do adversário resultarem em gol. O primeiro tempo terminou em 1 a 0 para os donos da casa. Porém, na segunda etapa, a partida mudou. Conforme a assessoria, a Apaf Paranaguá se defendeu, e em busca do empate, aproveitou um lance infeliz do CAD e ampliou: 2 a 0 para a Apaf.

“Andrei do Guarapuava, em jogada de ataque caiu e a bola sobrou para dois adversários saírem em contra-ataque sozinhos com o goleiro Vitor Hugo. Na jogada, nosso goleiro salvou o chute e encaixou a bola. Mas de acordo com a arbitragem, dentro da linha, assim validando o segundo gol para o Paranaguá em um lance que gerou muita revolta por parte dos atletas do CAD. Entretanto, não temos imagens que comprovem que não foi gol”.

POLÊMICA 1

Restando sete minutos para terminar o segundo tempo, o CAD se lançou com goleiro linha, e surtiu resultado. Robert diminuiu: placar 2 a 1. E na insistência pelo empate, Oliveira igualou o placar em 2 a 2 para o CAD. Entretanto, faltando três minutos para terminar o jogo, surge uma jogada polêmica. “O time da Apaf Paranaguá em jogada ofensiva achou um chute cruzado. A bola bateu no lado interno da trave e ‘claramente’ correu na linha até acertar o outro lado. A arbitragem validou o gol novamente, causando muita revolta na equipe do CAD. A imagem do vídeo mostra que não foi gol”.

A partida estava em 3 a 2 para os donos da casa, e como era tudo ou nada, o CAD foi pra cima novamente. E aproveitando uma jogada bem trabalhada, novamente Robert empatou em 3 a 3, faltando menos de 2 minutos para terminar o jogo.

POLÊMICA 2

Com menos de um minuto para o término do jogo, os donos da casa queriam a vitória para embolar a classificação, que pode mudar devido a penalizações. Assim, de acordo com a assessoria de imprensa, a Apaf Paranaguá se lançou com goleiro linha e faltando quatro segundos, chutou contra o gol guarapuavano.

“O goleiro Vitor Hugo defendeu em lance rápido, arrematando a bola para o gol adversário. No trajeto da bola, o cronômetro ia zerando. Quando a bola ultrapassou a linha de gol, sendo o 4° gol do CAD, a arbitragem apitou finalizando o jogo. E com isso, anulou o gol que seria da vitória de Guarapuava”.

Desse modo, o fim do jogo teve tumulto com reclamações e considerações para a arbitragem. O goleiro Luan do CAD acabou expulso por reclamação.

CLASSIFICAÇÃO

São Miguel e Coronel estão classificados com 10 pontos. CAD tem oito pontos e Apaf cinco pontos e estão eliminados. “Porém um imbróglio fora das quadras pode punir o São Miguel e classificar o CAD. O time do Oeste jogou a Liga Paraná (competição franqueada gerida pelos clubes) sem a autorização da Federação. Assim, o clube foi julgado pela FPFS e punido com suspensão das competições. O desfecho agora, depende da homologação da Confederação Brasileira esta semana”.

ANÁLISE DA DIRETORIA

O presidente do CAD, Wallasse Farias, enviou uma nota sobre a análise que a diretoria fez da partida no litoral no sábado e que foi marcada por erros. Conforme o presidente, o resultado da partida foi amargo devido as circunstâncias do jogo.

“Ao nosso ver tivemos um gol pró e um gol contra validados e anulados erroneamente. Poderíamos até perder nos critérios de desempate na classificação. Mas o suor de uma luta para sustentar um projeto não nos deixam felizes com um empate. Buscamos sempre a vitória, nosso time mostrou isso com muita raça mesmo com placar adverso, sobre a classificação em quadra nosso time reconhece que perdemos de vencer o Coronel aqui em Guarapuava, jogo que poderia ter nos classificado e eliminado os adversários”.

Por fim, sobre o imbróglio da classificação, a diretoria do CAD já informou e pediu urgência à federação na apuração dos fatos e o desfecho final. “Não podemos bancar o time sem previsões de jogos e se realmente for ter o desfecho que estamos classificados, iremos buscar os recursos para finalizar a temporada e buscar o acesso. Porém a realidade hoje é incerteza, jogamos nas mãos de Deus o melhor caminho para o CAD e a decisão correta para todos os times”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

FUTEBOL DE SALÃO

CAD dispensa elenco após eliminação na Série Prata do Paranaense

PRAZO FINAL

Grupo gestor do CAD emite carta oficial sobre polêmica envolvendo FPFS

TALENTOS PARANAENSES

PR é referência no poker brasileiro, 12 anos após título mundial de Alexandre Gomes

Comentários