Campo Real recebe Selo Sesi ODS 2020

Mais uma excelente notícia para marcar os 20 anos da Campo Real

Campo Real recebe Selo Sesi ODS 2020 (Foto: Ascom/Campo Real)

(*Da Assessoria)

A instituição recebeu nesta quinta-feira, 3 de dezembro, o Selo Sesi ODS, pelas boas práticas relacionadas à prevenção da Covid-19. A conquista foi conferida pelas ações de prevenção e combate ao coronavírus, pela ação da Brigada Covid-19, no aspecto da conscientização, acompanhamento de sintomas e também da acolhida psicológica.

O Selo Sesi ODS é um reconhecimento do Serviço Social da Indústria (Sesi) e da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Sistema Fiep) pelas práticas em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além do papel como articulador do crescimento sustentável do Paraná.

“O projeto foi reconhecido tanto por sua atuação na promoção da conscientização sobre os cuidados necessários à prevenção da doença, monitoramento de sintomas de toda a comunidade acadêmica e também acompanhamento psicológico frente aos efeitos do distanciamento social. Trata-se do esforço de professores e alunos de diversos cursos da instituição, reconhecido pela comunidade externa”, comenta a Pró-Reitora Acadêmica, professora Patricia Melhem Rosas.

O Sistema Fiep, a partir do Movimento Nós Podemos Paraná, lançou ainda em 2011 a certificação chamada Selo ODM, que reconhecia as empresas que colaboram na obtenção dos Objetivos do Milênio. Desde a primeira edição, o Centro Universitário Campo Real (ainda faculdade quando o selo iniciou) tem sido reconhecido por suas ações de responsabilidade social.

PROJETO DE EXTENSÃO BRIGADA COVID-19

O Projeto de Extensão Brigada Covid-19 realiza diariamente o monitoramento de sinais e sintomas dos colaboradores, professores, estagiários e prestadores de serviços.

Desde a retomada de atividades presenciais, a Brigada tem monitorado sintomas de toda a comunidade acadêmica, mediante visitas diárias às salas de aula para aferição de temperatura e preenchimento de ficha de acompanhamento de cada aluno, professor e funcionário, bem como esclarecimentos de dúvidas sobre o tema.

O projeto oferece também acolhida psicológica de forma remota a alunos e comunidade em geral. Os integrantes do projeto realizam visitas semanais às salas de aula e, posteriormente, efetuam os atendimentos psicológicos aos alunos que o solicitarem.

Destaca-se a acolhida emocional oferecida no Projeto, o que se deu mediante a realização de Círculos Restaurativos Virtuais, oportunizando a alunos, professores e funcionários a possibilidade de manutenção de vínculos e expressão das suas emoções mesmo durante as fases mais restritivas ao convívio social.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

DESTAQUE NACIONAL

Professora da Unicentro recebe prêmio de excelência por pesquisa

INFRAESTRUTURA

Estado investirá R$ 450 milhões em infraestrutura escolar

ÚLTIMA OPORTUNIDADE

Termina hoje (22) as inscrições para o Encceja 2020

Comentários