Caso Tatiane terá Júri Simulado em Faculdade de Ponta Grossa

Ação que envolverá estudantes de Direito do Cescage ocorrerá na próxima terça feira (30), às 18h

(Foto: Reprodução/Facebook)

O caso que investiga a morte da advogada Tatiane Spitzner, ocorrida na madrugada de 22 de julho, em Guarapuava, será base de um Tribunal de Júri Simulado desenvolvido no Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (Cescage), em Ponta Grossa. De acordo com informações da assessoria da instituição, a ação será realizada na próxima terça feira (30), às 18h, no Grande Auditório da OAB-PG e consistirá no exercício de aplicar os conhecimentos teóricos e as capacidades práticas em um caso judicial.

Em Guarapuava, o caso está em andamento na 2ª Vara Criminal do município. Nesta semana, a juíza Paola Mancini, responsável pelo caso, estabeleceu para dezembro as audiências que ouvirão testemunhas e, ainda, o réu e ex-marido de Tatiane, Luís Felipe Manvailer, acusado de homicídio qualificado por motivo torpe, uso de meio cruel, impossibilidade de defesa da vítima e condição do sexo feminino (feminicídio), além de cárcere privado e fraude processual.

A morte de Tatiane, foi repercutida amplamente na mídia nacional e, também, internacional, sendo abordada, inclusive, pelo periódico norte-americano The New York Times em uma reportagem que trouxe um alerta sobre violência contra a mulher, divulgando imagens das agressões sofridas pela advogada.

(Imagem: MP-PR)

Envolvendo dois dos maiores escritórios de advocacia do Paraná, o caso centraliza uma disputa judicial que, desde julho, condensa manobras entre auxiliares de acusação e defesa.

Relacionadas

Em nota, Câmara desmente PL para 'fechar' o voto na eleição da Mesa

TRISTEZA

Corpo de Bombeiros faz buscas por corpo de jovem no Parque do Lago

PROGRAME-SE

'Trenzinho de Luz' oferece passeio gratuito pela 'Cidade dos Lagos'

Comentários