Cesar Filho vai entregar a Prefeitura com superávit

São R$ 2 milhões de recursos livres, R$ 10 milhões de recursos vinculados e mais R$ 15 milhões somente para aplicação no combate à covid-19. #RSN

Cesar Filho vai entregar a Prefeitura com superávit (Foto: Junior Guimarães/RSN)

Um superávit estimado em R$ 2 milhões em recursos livres, outros R$ 10 milhões de recursos vinculados e mais R$ 15 milhões somente para aplicação no combate à covid-19. Este é um Raio-X das finanças públicas de Guarapuava no fim do mandato do prefeito Cesar Silvestri Filho. De acordo com o presidente da comissão de transição, Paulo Dirceu Rosa, trata-se apenas de parte do relatório entregue nesta quarta (2) ao prefeito eleito Celso Góes.

A solenidade ocorreu no começo da noite de hoje no gabinete oficial na Prefeitura. De acordo com Carlos Mino, que preside a comissão de transição de Góes, a partir de agora o relatório contendo cerca de duas mil páginas passará para a fase de revisão final.

Conforme Cesar Filho, o ato significa a “boa prática”  de transparência que deve ser seguida em todos os fins de mandatos. Entretanto, ele sugeriu que a Góes faça uma análise urgente dos contratos e convênios que vencem em 31 de dezembro. “São decisões que precisam ser tomadas com urgência para a manutenção do trabalho. Como o novo prefeito vai promover mudanças na equipe se faz necessário estar por dentro de tudo”.

Estamos entregando a administração municipal com as contas em dia, com prestadores de serviços pagos. Nesta sexta (6) vamos adiantar a segunda parcela do 13° salário e vamos pagar o salário de dezembro adiantado.

De acordo com Cesar Filho, só com os pagamentos, que incluem também  as rescisões de cargos comissionados e as férias dos professores, serão injetados perto de R$ 25 milhões na economia guarapuavana neste fim de ano.

Conforme o secretário de Finanças, Diocesar Costa de Souza, a situação financeira do Município é “saudável” pelo respeito com o qual o dinheiro público vem sendo tratado.

Equipes de transição (Foto: Junior Guimarães/Portal RSN)

Entretanto, ao receber o ‘pen drive’ com as informações, Celso Góes fez valer a sintonia entre ele e Cesar Filho, de quem foi secretário em três pastas, durante os últimos oito anos.

Cesar Filho está entregando o mandato sendo uma referência em gestor público. E não tenho receio nenhum em continuar afirmando  que se trata do melhor prefeito do Paraná.

Assim sendo, Celso Góes disse que assume a administração no dia 1 de janeiro com uma responsabilidade que chamou de “gigantesca”. E repetiu o que disse durante a campanha eleitoral. “Vamos avançar nesse legado que o Cesar Filho está nos deixando”.

OLHAR ESPECIAL À SAÚDE

Como ex-secretário municipal de Saúde, Celso Góes pediu uma atenção especial à área da Saúde, nesse momento de transição. “O mundo vive a maior crise da história da humanidade na saúde pública”. Assim, o prefeito eleito pediu prioridade máxima à Saúde. “Não há espaço e nem é o momento para se mudar a equipe da Saúde em plena pandemia. Essa equipe está trabalhando muito”.

Conforme Cesar Filho, Celso Goes terá R$ 15 milhões em caixa somente para ações de combate à pandemia do novo coronavírus. “São recursos conseguidos junto a parlamentares que darão suporte às ações de combate à covid-19”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

COVID-19

Saúde confirma mais duas mortes em Guarapuava

RELIGIÃO

Antiga sede da catedral passa a ser santuário no dia da Padroeira

COVID19

Doses vão zerar a fila dos funcionários ativos da Saúde, diz prefeito

Comentários