Cilla Tech Park inicia a consolidação do polo de inovação tecnológica

A partir de agora, o Cilla Tech Park poderá avançar nas relações institucionais com outros parceiros externos dentro e fora do Brasil

Cilla Tech Park inicia a consolidação do polo de inovação tecnológica (Foto: Divulgação)

O Cilla Tech Park (CTP) sediado provisoriamente no piso térreo do Shopping Cidade dos Lagos em Guarapuava, deu um passo importante esta semana, na implementação da estrutura, do que será uma referência no Paraná quando o assunto é Ecossistema de Inovação Tecnológica. De acordo com o diretor-executivo do CTP, Paulino Lorenzo, a associação de direito privado sem fins lucrativos que administra o Cilla Tech Park, agora tem personalidade jurídica.

Isso porque o CNPJ da entidade teve a aprovação da Receita Federal, em um processo que tramitava no órgão, a partir da assembleia que fundou o CTP em agosto. Além disso, conforme Lorenzo, a partir de agora, será possível constituir um fundo financeiro, por exemplo.

“Essa é uma das etapas dentro do momento de construção do modelo de governança pelo qual passa o Cilla Tech Park, um dos entes mais importantes do Ecossistema de Inovação Tecnológica de Guarapuava e do Centro-Sul do Paraná”.

AVANÇO COM PARCEIROS

Ainda de acordo com Lorenzo, a entrega do CNPJ permitirá à atual equipe executiva (toda voluntária), o avanço também nas relações institucionais. Contudo, o relacionamento com outros parceiros externos, da iniciativa privada, do poder público e do terceiro setor, vão ocorrer dentro e fora do Brasil. “Agora sim, inicia oficialmente a jornada de nosso Cilla Tech Park, que tende a vir a ser uma referência dentre os ambientes de inovação do Paraná, quiçá do Brasil”.

De acordo com o presidente do Conselho de Administração do parque tecnológico, Sandro Abdanur, o momento é de comemoração. “É mais uma etapa vencida, estamos cada vez mais estruturados para consolidar nosso polo tecnológico”. Conforme o empresário e segundo vice-presidente da entidade, Odacir Antonelli, ao reunir empresas e institutos de pesquisa na mesma localidade, o parque tecnológico desempenha papel importante no processo contínuo de criação e difusão do conhecimento.

“O Cilla Tech Park trará para Guarapuava e Região uma nova projeção de desenvolvimento e crescimento. Assim, tornando-se um grande Centro Tecnológico do Paraná e por quê não, do Brasil?”.

COMPOSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO

Conforme a direção-executiva, a associação é composta por 14 entidades fundadoras: Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (Acig); Centro Universitário Campo Real; Cidade dos Lagos Empreendimentos Imobiliários Ltda; Comercial de Secos e Molhados Dal Pozzo Ltda. Além da Cooperativa Agrária Agroindustrial; Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária; Município de Guarapuava; Repinho – Reflorestadora de Madeiras e Compensados Ltda; Santa Maria de Papel e celulose.

E ainda: Centro Universitário Guairacá Ltda; Supermercado Superpão Ltda; União de Ensino e Cultura de Guarapuava Ltda – Faculdades Guarapuava; Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

De acordo com Evilásio Gentil de Souza, 1º Secretário do Conselho, representante da UniGuairacá na associação, com a operação do parque tecnológico será possível consolidar uma gestão voltada à inovação. “Isso trará integração entre empresas, instituições de ensino e pesquisa. Além disso, vai criar projetos conjuntos e parcerias estratégicas. Além de serviços especializados para apoiar a competitividade e inovação das empresas residentes neste ambiente”.

INVESTIDORES

Distante menos de 10 minutos do Centro de Guarapuava, o bairro planejado ‘Cidade dos Lagos’ atrai a atenção de investidores e visitantes. Desse modo, o bairro vem recebendo comitivas de empresários de várias Regiões. Recentemente, os projetos de inovação e tecnologia atraíram empresários de Cascavel. Liderados pelo empresário Glauber Giacobo, os investidores conheceram o Cilla Tech Park.

(Foto: Gilson Boschiero/RSN)

Desse modo, na oportunidade, Giacobo disse que se surpreendeu com o ecossistema encontrado em Guarapuava. “É muito produtivo, é gratificante de ver como tudo está sendo feito e de enxergar o futuro que isso pode trazer para as nossas cidades”. Portanto, o Cilla Tech Park tem atraído iniciativas empreendedoras de cunho tecnológico, que será também um polo de oportunidades e geração de empregos.

Por fim, a obra física em construção do Cilla Tech Park, terá cinco andares no Bairro Cidade dos Lagos. O edifício também será a sede do Celeiro de Inovação, já em funcionamento.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

DE 'DAR ÁGUA NA BOCA'

Como já é tradição, hoje (26) tem pastel da Catedral em Guarapuava

NOVA 'EXPLOSÃO'

'Explosão da covid-19': Guarapuava confirma 110 casos e a 30ª morte

NÃO ACABOU

5ª Regional perde posto de menor índice de contaminação do PR

Comentários