Coletas externas e ações coletivas municipais fortalecem estoque do Hemocentro

Iniciativas integram ações do junho vermelho, em Guarapuava

As épocas mais frias do ano são conhecidas pelo Hemocentro Regional de Guarapuava como um período de queda na incidência de doações de sangue. Por isso, nesses meses, as buscas por estoque são reforçadas e necessitam da colaboração de toda a comunidade.

Na região de Guarapuava, é justamente a comunidade que está trabalhando a favor da solidariedade e fortalecendo os estoques de sangue e a rede de cooperação humana. De acordo com a equipe do Hemocentro Regional de Guarapuava, os municípios da região tem organizado caravanas trazendo doadores de sangue e de empatia com a causa, para somarem forças às doações deste centro. Além disso, coletas externas também reforçam o estoque sanguíneo para dar mais segurança e tranquilidade à todos aqueles que necessitam de doações.

Nesta quinta (14), Dia Mundial do Doador de Sangue, haverá uma coleta externa na Cooperativa Agrária, em Entre Rios, distrito de Guarapuava. Na próxima semana, dia 20, é a vez do distrito de Ibema, no Turvo, receber a equipe do Hemocentro, para coleta de doadores.

Segundo Anita Aparecida Krutsch, assistente social do Hemocentro de Guarapuava, são essas ações que fortalecem e dão força ao órgão.

“Estamos muito surpresos e felizes com as expressivas doações. Sabemos da importância dessa ação e contar com o apoio da comunidade é fundamental”.

Neste mês de julho, conhecido como mês vermelho, o alerta vem para que não esqueçamos que toda época pode e precisa de doações. Hoje (14), Dia Mundial do Doador de Sangue, é uma data ainda mais propícia para colaborar.

Em Guarapuava, o Hemocentro Regional atende das 8h às 11h. Para ser doador é preciso estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50kg, estar descansado e alimentado e apresentar documento de identificação com foto.

Mais informações pelo telefone (42) 3622-2819.

CONDIÇÕES PARA DOAR

No Brasil, pessoas entre 16 e 69 anos podem doar sangue. Para os menores de 18 anos é necessário o consentimento dos responsáveis e, entre 60 e 69 anos, a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos. Além disso, é preciso pesar, no mínimo, 50 quilos e estar em bom estado de saúde. O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação e não estar de jejum. No dia, é imprescindível levar documento de identidade com foto.

A frequência máxima é de quatro doações anuais para o homem e de três doações anuais para a mulher. O intervalo mínimo deve ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Relacionadas

OPORTUNIDADE

Agência do Trabalhador de Guarapuava terá ‘Dia D’ para pessoas com deficiência

Comentários