Cristina Silvestri apresenta nove emendas à LDO do Paraná

Centro de Custódia, Colégio Militar, Centro de Sócioeducação, entre outras demandas, contemplam Guarapuava e Região nas emendas de Cristina

Cristina Silvestri apresenta nove emendas à LDO do Paraná (Foto: Ascom)

A implantação do Centro de Custódia, do Colégio Militar, do Centro de Socioeducação, entre outras demandas em Guarapuava e Região, está sendo agilizada pela deputada Cristina Silvestri. Embora a parlamentar venha gestionando essas unidades junto ao governo desde o primeiro mandato, nenhuma ainda se materializou.

Por isso, Cristina Silvestri apresentou nove emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício financeiro de 2021 no Paraná. Conforme a deputada, é a LDO que estabelece as diretrizes para a elaboração e execução da Lei Orçamentaria Anual (LOA) no Estado. O que garante investimentos e recursos aos municípios.

“Apresentei propostas que, em outros momentos, eu já havia demandado ao Governo do Estado, mas que ainda não tivemos o encaminhamento desejado. Então, apresentar essas demandas na LDO e garantir a inclusão delas na lei é mais uma forma de que o governo tenha recursos garantidos para executar estes investimentos”.

Conforme Cristina Silvestri, as propostas apresentadas seguem para análise da Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa do Paraná. Encerrada esta etapa, o projeto e as emendas aceitas serão submetidas à votação na Comissão na forma de um substitutivo-geral. Depois de aprovado o substitutivo-geral segue para votação em plenário, o que deve ocorrer até o mês de julho de 2020.

AS PROPOSTAS DE CRISTINA

  • Construção de Casa de Custódia em Guarapuava;
  • Construção do Centro de Socioeducação em Guarapuava;
  • Implantação de Colégio Militar em Guarapuava;
  • Implantação do Programa de Escola e Formação Especializada de praças da Polícia Militar na Região Centro-Sul;
  • Criação de programa de realização de cirurgias eletivas na Região Centro-Sul;
  • Políticas para o tratamento e apoio aos portadores de autismo na Região Centro-Sul;
  • Criação das Casas Regionais de Atendimento as Mulheres em situação de risco;
  • Criação dos Centros de Referência ao Idoso em Guarapuava;
  • Programa de desocupação das margens e implementação de parques para aumentar a área de permeabilidade e contenção de águas de chuva na Região Centro-Sul.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

NO TOPO!

CAD vence Apaf de Paranaguá com placar de 4 a 2 em Guarapuava

BALANÇO

Guarapuava registra dois casos de covid neste domingo

ÁLCOOL E DIREÇÃO

Três motoristas embriagados são presos após acidentes em Guarapuava

Comentários