Decisão sobre impugnação da candidatura de Burko só sairá na quarta

Conforme juiz da primeira instância, o democrata Vitor Hugo Burko está inelegível. Mas defesa recorreu e julgamento segue até quarta (11)

Decisão sobre impugnação da candidatura de Burko só sairá na quarta (Foto: Arquivo/RSN)

Um pedido de vista feito pelo desembargador Carlos Alberto Costa Ritzman ‘empurrou’ para quarta (11) a decisão sobre Vitor Hugo Burko. Conforme a pauta do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a sessão de julgamento ocorreu nesta segunda (9). De acordo com o Tribunal, Burko está sendo julgado por estar inelegível, por ter contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas da União.

Com base em pedido feito pelo Ministério Público Eleitoral, o juiz da primeira instância, Ricardo Alexandre Spessato de Alvarenga, manteve a inelegibilidade do candidato a prefeito de Guarapuava. Entretanto, Burko entrou com recurso junto ao TRE. Assim, na sessão desta segunda, o relator Roberto Ribas Tavarnaro deu parecer pelo desprovimento do recurso. Ou seja, optou pela manutenção da decisão do juiz. Todavia, o também desembargador Fernando Quadros abriu divergência do provimento. Assim sendo, a sessão de hoje terminou com o empate de 1 a 1.

De acordo com o TRE, votam sete desembargadores. Contudo, nesta segunda a sessão contou com cinco desembargadores presentes. Outros dois se ausentaram da sessão. Assim, na quarta os dois faltosos poderão votar se se sentirem aptos. Casos contrário, apenas cinco decidirão se Burko continuará no processo eleitoral ou se terá a candidatura impugnada. Por fim, se houver a impugnação, os votos a ele depositados serão nulos.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

EXPLOSÃO COVID-19

Em 24h, Guarapuava registra 71 novos casos de covid-19

FALTAM 3 DIAS

“Ficou nítida a dissimulação do réu preso", diz advogado de família Spitzner

SÚMULA

Súmula de recebimento de licença prévia

Comentários