Dois homens são presos por desacato e desobediência em Guarapuava

Eles participavam de uma festa que ocorria desde segunda (11) na rua Inácio Karpinski, em Guarapuava. Eles estavam em visível estado de embriaguez

Eles questionaram a legitimidade do trabalho da polícia (Foto: Arquivo/RSN)

Apesar das orientações das autoridades em saúde sobre a importância de manter o distanciamento social, em Guarapuava, as pessoas continuam se aglomerando festas particulares, geralmente em residências.

Desta vez, duas pessoas foram presas no início da noite dessa terça (12) na rua Inácio Karpinski, em Guarapuava. De acordo com a Polícia Militar uma denúncia informou às esquipes sobre uma festa que ocorria no local desde o dia anterior.

Ainda conforme o denunciante, o som estava alto e um grupo de pessoas fazia algazarras e gritarias. Assim, a PM foi até o local e solicitou que fosse desligado o som para que pudessem conversar. Porém, dois homens se aproximaram dos policiais e começaram um tumulto.

Conforme o relato policial, os homens questionavam a legitimidade do trabalho da polícia. Eles foram orientados a se retirar do local, para que a equipe pudesse dar continuidade aos trabalhos. Mas, um dos rapazes começou a desacatar os policiais e o outro continuou tumultuando a ação da polícia.

Os dois receberam voz de prisão e foram levados ao 16ºBPM para lavratura de termo circunstanciado, juntamente com a dona da casa onde ocorria a festa. Além disso, dentro do Batalhão, em visível estado de embriaguez, os homens gritavam e discutindo.

Ao final dos trabalhos, a caixa de som foi apreendida e todos foram orientados quanto aos procedimentos.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ELEIÇÕES 2020

Coligação ‘Por Você’ registra candidaturas

NOVOS CASOS

Saúde confirma dois novos casos de covid-19 em Guarapuava

RIQUEZA DO CAMPO

Produção de cevada pode crescer 11% este ano no Paraná

Comentários