Domingo é marcado por mortes de três pessoas em Guarapuava

As mortes ocorreram no Distrito de Entre Rios, e nos bairros Boqueirão e Industrial. Em dois casos, moradores atentaram contra a própria vida

Domingo é marcado por mortes de três pessoas em Guarapuava (Foto: Matheus Buongermino/RSN)

O domingo (8) foi marcado por três mortes de moradores em Guarapuava. Duas delas ocasionadas por atentado contra a própria vida. De acordo com a Polícia Militar, por volta das 10h43, um homem relatou aos policiais que o genro dele de 22 anos estava desaparecido desde o sábado (7). Ainda conforme o homem, uma pessoa teria visto um corpo pendurado em uma árvore na av. Serafim Ribas, no bairro Boqueirão.

No local, a equipe constatou a morte do jovem de 22 anos que estava desaparecido. De acordo com informações da Central de Triagem, trata-se de Luan Fernando de Oliveira. O sepultamento ocorrerá nesta segunda (9) às 11h no Cemitério Municipal de Pinhão.

SEGUNDA MORTE

Na noite desse domingo (8), a PM atendeu o segundo caso de suicídio em Guarapuava. Desta vez, no bairro Industrial. Conforme relato policial, por volta das 21h35, a PM se deslocou até a rua Correia Pinto. No endereço, uma mulher disse aos policiais que o marido de 55 anos, ingeriu bebida alcoólica a tarde toda.

E que em determinado momento, ele se dirigiu até a edícula que fica nos fundos da casa. Conforme relato aos policiais, aproximadamente duas horas depois, por volta das 20h40 devido ao silêncio, ela foi até a edícula, e encontrou o marido pendurado e já sem vida. A equipe do Samu constatou a morte e acionou o IML, para recolher o corpo.

MORTE EM ENTRE RIOS

E no Distrito de Entre Rios, houve mais uma morte nesse domingo (8). Entretanto, não há informações sobre a causa da morte. Assim, por volta das 12h30, um homem que mora com um parente na av. Áustria, na Colônia Cachoeira, relatou aos policiais que durante a noite os dois ingeriram bebida alcoólica antes de dormir. E que pernoitaram juntos. Porém, conforme o relato, nesse domingo, ele tentou acordar o parente, e percebeu que ele estava morto.

No local a equipe policial verificou que o morador de 54 anos, estava deitado na cama, com as pernas para fora, de barriga para cima. De acordo com a Central de triagem,, trata-se de Marinaldo Vitor. O Samu esteve no local e verificou que o homem não apresentava sinais de agressão e confirmou a morte. Familiares acompanharam para fazer a liberação do corpo.

Por fim, a Central de Triagem informou que o sepultamento será às 13h no Cemitério São José Operário de Guarapuava.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

SISTEMA ON-LINE

Programa Guarapuava Digital oferece agilidade e economia

MÊS DE RECORDES

Cadeião tem recorde de situações de fuga em Guarapuava

EXPLOSÃO DE SABORES

Paulistana Pizza Bar: Um caso de amor que acabou em pizza

Comentários