Em 2019, Pinhão contará com o programa Família Acolhedora

15 crianças deverão participar do programa no município

Programa iniciará em 2019, com participação de 15 crianças, aproximadamente (Foto: Ascom/Prefeitura de Pinhão)

O município de Pinhão passará a contar, a partir de 2019, com o programa Família Acolhedora. A iniciativa tem previsão de envolver 15 crianças da cidade, a partir da ação lançada na Câmara de Vereadores na última sexta feira (14).

De acordo com a assessoria de imprensa do município, o programa possibilitará o acolhimento de crianças e adolescentes afastados da família biológica por medida de proteção judicial em residência de famílias acolhedoras cadastradas no programa municipal.

Segundo a psicóloga e coordenadora do serviço de acolhimento familiar e institucional de Pinhão, Jolly Danúbia de Oliveira Dellê, não há limite de idade para as crianças que participarão do programa. Ainda de acordo com a profissional, para participar, basta que os interessados realizem a inscrição na secretaria de Assistência Social do município, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

Podem participar pessoas que residam em Pinhão há no mínimo um ano, tenham renda comprovada e que não estejam em nenhum processo de adoção. Além disso, os interessados em participar devem possuir mais de 21 anos. A criança poderá permanecer com a família acolhedora pelo período de um mês a dois anos, podendo o prazo ser estendido. As famílias escolhidas participarão, ainda, de capacitações oferecidas pela equipe da secretaria municipal.

Lançamento oficial ocorreu na câmara de Vereadores do município (Foto: Ascom/Prefeitura de Pinhão)

Para a secretária de Assistência Social, Maria do Belém Syroka, o serviço será um diferencial no município, a partir da oferta de um programa afetivo, benéfico para o desenvolvimento das crianças.

“As pesquisas mostram a grande importância do direito a convivência familiar comunitária. É diferente a criança em família, da criança em instituições, pois há um melhor contato afetivo pessoal. É cientificamente comprovado que a família faz bem, mesmo que em algum espaço de tempo a criança tenha que voltar a família de origem. Tenho certeza que o programa será um marco em Pinhão”, disse Belém.

O prefeito Odir Gotardo destacou a importância do programa e ressaltou o intuito do município em atuar de forma marcante nesta área, buscando destaque estadual em suas ações.

“Quero agradecer a todos que lutaram para trazer essa iniciativa. A Assistência Social tem feito um trabalho muito bom. Tenho certeza que esse projeto vai alcançar o objetivo e queremos ser referência deste trabalho no Estado”, destacou.

Participaram do lançamento do programa representantes da secretaria de Assistência Social, além de entidades que trabalham com crianças e adolescentes.

Relacionadas

SOLIDARIEDADE

Tudo pronto para a Festa do Soquete neste sábado em Guarapuava

PREVISÃO DO TEMPO

Chuva forte marca primeiro fim de semana de dezembro em Guarapuava

TUDO NO SHOPPING CIDADE DOS LAGOS

Donau Bier e Paulistana Pizza Bar são as opções para o domingo no Shopping

Comentários