Estado estimula o plantio de 10 milhões de mudas de árvores nativas

A ação ocorreu em Cantagalo, Laranjeiras do Sul, Nova Laranjeiras, Porto Barreiro, Prudentópolis e Turvo, municípios com alto índice de desmatamento

Municípios da Região receberam a ação em setembro (Imagem: AENPr)

O Governo do Estado iniciou nesta semana uma campanha para estimular a sociedade a participar de uma iniciativa que prevê o plantio de 10 milhões de mudas de árvores nativas de todas as espécies até 2022. A meta faz parte do programa Paraná Mais Verde, iniciado neste ano e que já disponibilizou 3 milhões de mudas. Os municípios da Região, com alto índice de desmatamento receberam as ações.  Cantagalo, Turvo, Prudentópolis e Laranjeiras do Sul

De acordo com as informações, a produção de mudas é feita pelo Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, que mantém 19 viveiros no Estado. Dessa forma, os espaços produzem, por ano, cerca de 3 milhões de mudas de 80 espécies nativas e 150 mil mudas de Araucária.

O diretor-presidente do IAT, Everton Souza, explicou que há centenas de pessoas trabalhando no preparo dessas mudas. Segundo ele, o trabalho nos viveiros começa na busca da semente da árvore nativa, que passa por tratamento antes de ser distribuída para o plantio.

Além disso, ele reforça que é possível solicitar mudas através do link . “Quanto mais preparada ela estiver para ser recebida pelo solo, maior são as chances de se desenvolver e atingir a maturidade com capacidade para dar frutos e servir de alimento para a população e os animais”.

Assim, espécie ameaçada de extinção, a Araucária recebeu atenção especial dentro do programa. No final de outubro, houve o plantio de 46 mil mudas de Araucárias durante uma semana em 11 municípios. O reflorestamento alcançou 367 hectares, o que equivale a 367 campos de futebol.

CAMPANHA

Dessa maneira, para envolver a sociedade, o Governo do Estado iniciou campanha publicitária, veiculada em 140 outdoors espalhados pelas diversas Regiões paranaenses. Além disso, haverá inserções de rádio e televisão.

Assim, o Paraná é um dos estados que mais preservam a riqueza vegetal. Além disso, são 5,8 milhões de hectares de floresta nativa e 1,2 milhão de hectares de plantios florestais. Para manter e ampliar as áreas de conservação, o Estado reforçou a fiscalização contra o corte ilegal.

Por fim, em setembro ocorreu a quarta edição da Operação Mata Atlântica em Pé. Houve 59 Autos de Infração Ambiental (AIA), com multas que superam R$ 3,58 milhões. A ação aconteceu nos municípios de Cantagalo, Laranjeiras do Sul, Nova Laranjeiras, Porto Barreiro, Prudentópolis e Turvo, municípios com alto índice de desmatamento.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TRÂNSITO

Rua XV de Novembro é revitalizada com nova sinalização em Guarapuava

PERIGO IMINENTE

Morte de Lucas em acidente na PR-170 reforça urgência na obra de trevo

PANDEMIA DA COVID-19

Surg orienta sobre descarte de lixo contaminado por covid-19

Comentários