Estelionatário é preso em hotel de Guarapuava

A Polícia Civil recuperou produtos no valor R$ 17 mil comprados com dinheiro da vítima

(Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil de Guarapuava prendeu em flagrante, na tarde dessa quarta (12), em um hotel da cidade um homem suspeito de praticar estelionato contra uma vítima de 80 anos. Natural de São Paulo, o golpista convenceu a vítima a entregar o cartão do banco para que, supostamente, fosse destruído.

De acordo com o relato da polícia, o estelionatário disse ao idoso que o cartão havia sido “clonado”. A Polícia Civil informou que no momento da prisão, o homem que não teve o nome nem a idade divulgados, se preparava para sair da cidade.

Os policiais recuperaram aproximadamente R$ 17 mil em aparelhos telefônicos e notebook, que teriam sido comprados com o cartão da vítima. A polícia informou ainda que o suspeito já foi reconhecido em outros golpes nas cidades de Campo Largo e Cianorte pelo mesmo crime e que somados, ultrapassam R$ 20 mil.

COMO FUNCIONA O GOLPE

Os criminosos entram em contato por telefone e convencem a vítima de que seu cartão de crédito foi clonado. A vítima, geralmente idosa, se convence e fornece dados pessoais ao golpista. Logo depois do contato, surge um segundo criminoso que se passa por um funcionário do banco e diz que vai até a casa dela para recolher o cartão supostamente clonado.

De posse do cartão, os estelionatários fazem saques, compras, empréstimos, transferências ou quaisquer outras formas de desviar ilicitamente os recursos financeiros da vítima para os golpistas.

Relacionadas

EXPLOSÃO DE LUZ

Centro, bairros e distritos terão iluminação de Natal em Guarapuava

EXPLOSÃO DE COVID-19

Guarapuava já confirmou mais de 3 mil casos de covid-19

CONTINUAÇÃO

Júri de Manvailer deve ocorrer em 25 de janeiro em Guarapuava

Comentários