Filho ameaça matar a mãe de 66 anos e vai para a cadeia em Guarapuava

O filho de 45 anos estava com uma faca e disse para a mãe idosa: "Se prepare veia, que hoje vou te matar nem que eu durma na cadeia"

Filho ameaça matar a mãe de 66 anos em Guarapuava e vai para a cadeia (Foto: Ilustração)

Tem se tornado frequentes as ocorrências envolvendo ameças e agressões a idosos em Guarapuava. Os casos de violência doméstica geralmente têm filhos como os principais agressores. Na terça (2), a Polícia Militar registrou mais uma ameça. Entretanto, apenas hoje (4) a ameaça foi divulgada.

De acordo com relato feito à PM por uma filha da vítima, a mãe de 66 anos está sendo ameaçada constantemente pelo filho de 45 anos. Conforme, a mulher, por volta das 21h30 de terça, o agressor chegou em casa na rua na Albano Teixeira, no bairro Industrial, bastante alterado.

Segundo a testemunha, ele avisou a mãe que iria sair e depois quando retornasse “iria conversar de perto” com a mãe. Entretanto, quando ele retornou o portão estava fechado e de posse de uma faca, o homem começou a proferir ameaças de morte para a mãe. Além disso, ele passava a faca entre os vãos do portão e ainda mandou vários áudios em aplicativo de mensagem dizendo: “Se prepare veia, que hoje vou te matar nem que eu durma na cadeia”.

Os policiais encontraram o homem tentando pular o portão. Ele foi abordado, mas não acatou as ordens da PM. Por isso, os policiais precisaram usar técnicas de imobilização e de força moderada para fazer o uso de algemas, conforme decreto 8858/16, resultando em uma pequena escoriação na testa do agressor.

Perto dele, a equipe encontrou uma faca de serra de cabo azul da marca Brinox. Diante do interesse de representação por parte da mãe, o filho foi preso e levado para a 14ª SDP.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MESA EXECUTIVA

Marcelinho e 'Gilson da Ambulância' formam bloco para a Câmara

RESCALDO

Diretório Municipal do PT agradece votos conquistados em Guarapuava

AVANÇO DA COVID-19

Em 23 dias, casos ativos de covid-19 em Guarapuava aumentaram 220%

Comentários