Governo adianta repasse para o Hospital Santa Tereza, em Guarapuava

Adiantamento deve evitar atraso de salários de funcionários, como ocorreu em agosto. Hospital receberá cerca de R$ 1,1 milhão através da contratualização

Adiantamento foi solicitado pela direção do hospital (Foto: Reprodução)

O Governo do Estado do Paraná, através da Secretaria de Saúde, adiantou o repasse da contratualização deste mês para o Hospital Santa Tereza, em Guarapuava. Os pagamentos, que são realizados sempre por volta do dia 20, em setembro ocorrerão próximo ao dia nove. A instituição receberá cerca de R$ 1,1 milhão. Há uma possibilidade da mesma situação ocorrer em outubro, mas, para isso, ainda será necessária uma avaliação do contrato da instituição no final de setembro. O adiantamento já liberado e a possibilidade de um novo adiantamento para outubro ocorrem, principalmente, para evitar o atraso de pagamentos dos funcionários, que em agosto tiveram seus vencimentos pagos em parcelas.

O adiantamento para setembro ocorre frente ao cenário de crise financeira do HST, que se agrava desde abril deste ano. O adiantamento liberado foi articulado pelo deputado estadual Artagão de Mattos Leão, após reunião realizada entre a direção do Instituto Virmond, que mantém o hospital, o parlamentar e a direção da 5ª Regional de Saúde, no dia 24 de agosto.

“Depois dessa reunião, a diretoria do hospital teve um encontro, logo em seguida, com o secretário de saúde do Estado, que garantiu o adiantamento. Este adiantamento só possível após uma avaliação interna, que ocorreu no final de agosto, onde foi verificado que o Santa Tereza cumpriu as metas estipuladas pelo Governo do Estado”, explicou o diretor da 5ª Regional, Márcio Brunsfeld, ao Portal RSN.

Se o valor da contratualização de outubro for liberado, subirão para quatro os adiantamentos do Governo do Estado para o Santa Tereza, apenas neste ano. Nestes casos, os recursos já seriam recebidos, porém, em datas diferentes. No cenário que envolve a crise, o único montante que não estava previsto, e que foi adiantado, ocorreu em abril, com o repasse de R$ 800 mil para tentar solucionar o problema da dívida da instituição com os médicos. Este valor, diferente dos demais citados anteriormente, está sendo pago pelo HST, em 10 parcelas de 80 mil. A solução foi paliativa, já que, desde então, o hospital continua enfrentando problemas devido a dívida com o corpo clínico.

AUMENTO

De acordo com Márcio, a partir de novembro, o valor da contratualização do HST subirá de cerca de R$ 1,1 milhão para R$ 1,8 milhão. A mudança de valor é referente a aditivos que foram somados a contratualização atual, como é o caso do recurso de R$ 300 mil para a implantação e manutenção do ambulatório de ortopedia no hospital.

De acordo com Alcione de Jesus Domingues, presidente do Sindicato dos Empregados de Estabelecimentos de Serviço de Saúde de Guarapuava, a previsão de pagamento para os funcionários do HST é para esta quinta (6).

Relembre: Fechado em copas, Santa Tereza atrasa pagamentos de funcionários

“No mês passado eles falaram que os atrasos não iam mais ocorrer. Estamos aguardando”, ponderou Alcione, em conversa com o RSN.

Relacionadas

NOVO BOLETIM

Guarapuava registra seis novos casos de covid-19 em 24h

NOVO PERÍODO

Paraná registra 1ª morte por dengue durante os últimos quinze dias

UTILIDADE PÚBLICA

Obras vão interditar a BR-277 no acesso para Guarapuava nesta quarta (23)

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com