Guarapuavano é encontrado morto em Buenos Aires

Murilo morava na capital argentina há seis anos. A família encontra dificuldades para transladar o corpo em decorrência da pandemia

Corpo de Murilo aguarda autorização para o translado (Foto: Arquivo Pessoal)

O jovem guarapuavano Murilo Veviurka Marcondes de 30 anos, foi encontrado morto em Buenos Aires, capital Argentina, na última segunda (13). De acordo com informações preliminares o jovem não tinha sinais de violência. Ele foi encontrado pela polícia em um parque da cidade.

Murilo era publicitário e teria ido morar fora de país para exercer a profissão há aproximadamente seis anos. Ele morava sozinho. Conforme as informações de uma familiar, o rapaz não tinha histórico de depressão e nem uso de drogas. Amigos próximos afirmaram que ele fazia acompanhamento com terapeuta, mas a profissional descartou a hipótese de suicídio.

Ainda de acordo com a família, a terapeuta afirmou que o jovem estava ansioso por conta da pandemia e o impedimento de vir ao Brasil. Além disso, ele não possuía problemas de saúde que justificassem a morte precoce dele.

DIFICULDADES

No momento, a família trabalha com os trâmites para transladar o corpo do guarapuavano, e tem encontrado dificuldades, pois a fronteira com a Argentina está com o tráfego impedido em decorrência da pandemia.

Conforme a família, a expectativa é de que o corpo chegue em Guarapuava entre 7 e 15 dias. O corpo de Murilo aguarda liberação no Instituto Médico Legal na Argentina.

Além disso, os familiares ainda não conseguiram a confirmação se será possível fazer exames que possam identificar o que causou a morte.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

BOA RECUPERAÇÃO

Em Guarapuava, 84,7% das pessoas com covid-19 já se recuperaram

INVESTIMENTO

Primeiro moinho da Agrária inspira Centro de Eventos em Entre Rios

POLÍTICAS PÚBLICAS

Secretaria da Mulher anuncia nova parceria para o combate à violência

Comentários