Guarapuavanos podem colaborar com projetos sociais através do IRPF

A população pode contribuir com o fundo de oito instituições sociais que atuam no município destinando à elas até 3% do imposto

É uma boa ação que ajuda a fortalecer os projetos sociais do município (Foto: Arquivo/RSN)

Seu imposto de renda pode transformar a vida social de centenas de crianças e adolescentes guarapuavanos. Isso porque, com a abertura da declaração do IR nesta semana, a população pode contribuir com o fundo de oito instituições sociais que atuam no município destinando à elas até 3% do imposto.

“Essa é uma forma de unir recursos de fontes diversas para contribuir com programas e projetos sociais de Guarapuava, com foco em crianças e adolescentes de 0 a 18 anos. É uma boa ação que ajuda a fortalecer os projetos sociais do município”, ressaltou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Ari Marcos Bona.

Assim, a destinação dos recursos alcançará a Instituto Renascer, João Paulo II, Dom Bosco, Caritas Socialis, Associação CANAÃ, APAE Guarapuava, APADEVI e ABSER. O fundo é administrado pelo Comdica (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), que atua em favor dos direitos dos menores e tem como representantes a própria sociedade civil organizada.

Os interessados em participar, podem fazer a doação no ato de preenchimento da declaração até 30 de abril. Vale destacar que o benefício não aumentará o valor do imposto pago e muito menos poderá interferir na restituição.

COMO FAZER?

– Após o preenchimento da declaração, verificar o campo “resumo da declaração” e clicar na opção de “Doações diretamente na declaração – ECA”;
– Será aberta na sua declaração a janela de “Doação Diretamente na Declaração”;
– Selecionar o tipo de Fundo:

  • Municipal
  • UF: PR Paraná
  • Município: Guarapuava – 15.302.270/0001-24

– Preencher o campo de valor, limitado ao valor disponível que o sistema irá informar;
– Salvar com a opção ok;
– O sistema irá gerar um DARF no valor da doação. É preciso pagar o DARF dentro da data de vencimento;
– O valor do DARF da declaração será deduzido do imposto a pagar, caso seja devido;
– Caso haja restituição, o valor doado irá somar na sua restituição, ou seja, o valor do DARF que pagou será restituído;
– Nessa opção, não há necessidade de informar nada ao FIA e não é preciso pedir recibo, pois o abatimento ocorre automático.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Dois casos de covid-19 foram confirmados em Guarapuava neste domingo

SETEMBRO AMARELO

Pandemia reforça novos cuidados com a saúde mental

DIA DA ÁRVORE

Instituto Água e Terra desenvolve ação para o Dia da Árvore

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com