Guarda-vidas fazem 14 salvamentos neste início de temporada nas praias

Guaratuba – No primeiro final de semana da operação “Viva o Verão”, o Corpo de Bombeiros já realizou 14 salvamentos e mais de 1.600 orientações e advertências em relação aos perigos do mar. O balanço, divulgado ontem, segunda-feira, mostra ainda a morte de Elvis Jonathan Gaik, 18 anos, que surfava no Balneário Atami, em Pontal do Paraná, na tarde de sábado, dia 19.

De acordo com o tenente Leonardo Mendes dos Santos, relações públicas dos bombeiros na Operação Verão, a orientação principal é que as pessoas respeitem o mar e a orientação dos guarda-vidas. “Outra recomendação importante é não entrar no mar logo depois de ingerir bebidas alcoólicas antes de entrar na água e ficar sempre atento à sinalização dos bombeiros nas praias”, disse.

Acidente

As buscas para encontrar o corpo do rapaz contaram com a ajuda do helicóptero do governo, um barco inflável, duas viaturas de busca e salvamento e um quadricíclo, além de 14 bombeiros. Segundo o Corpo de Bombeiros, a morte do surfista aconteceu porque ele não utilizava o “leash” – cabo que prende a prancha ao tornozelo do surfista. Quando Gaik caiu da prancha, não conseguiu voltar e acabou se afogando. O corpo do rapaz foi encontrado na madrugada desta segunda-feira (21) a oito quilômetros do local do afogamento, entre os balneários de Ipanema e Leblon em Pontal do Paraná.

Durante a temporada passada, os salva-vidas realizaram 1.381 salvamentos e mais de 120 mil orientações e advertências. “O que chama a atenção de modo negativo na estatística é que, na última temporada, das oito mortes por afogamento no litoral, duas ocorreram em baías e rios da região litorânea, longe de qualquer tipo de assistência ou socorro e outras cinco mortes ocorreram em locais ou horários não protegidos por guarda-vidas. Por isso o Corpo de Bombeiros orienta o banhista a procurar locais onde os guarda-vidas estejam de prontidão para evitar estas tragédias anunciadas”, disse o tenente.

Postos

Ao todo foram instalados 105 postos do Corpo de Bombeiros espalhados pelas praias do Paraná para dar mais segurança aos banhistas. Além disso, os guarda-vidas fazem um trabalho preventivo mais intenso em lugares onde a concentração de pessoas é grande e há maior probabilidade de afogamentos. Os postos na areia funcionam das 8 até as 20 horas.

Dicas

Confira as dicas do Corpo de Bombeiros para evitar afogamentos nos verão:

– na praia, procure sempre nadar próximo de um posto de guarda-vidas;

– pergunte para o guarda-vidas o melhor local para banho;

– atenção com crianças, mesmo quando o guarda-vidas estiver por perto;

– nade longe de pedras, estacas, piers ou embarcações;

– evite ingerir bebidas alcoólicas e antes do banho de mar;

– se encontrar crianças perdidas na praia: conduza-as ao posto de guarda-vidas mais próximo ou aos policiais que transitam pela praia;

– a maioria dos que se afogam sabem nadar e julgam conhecer o local onde nadam;

– cuidado com as valas (buracos extensos), são locais que aparentam falsa calmaria que podem puxar mar adentro;

– se você entrar em uma correnteza, nade transversalmente a ela até escapar e peça socorro;

– surfistas e banhistas devem respeitar os devidos espaços;

– simular afogamento, poderá causar pânico em pessoas que estejam próximas e em conseqüência acidentes;

– cuidado com objetos quebráveis (vidro) na praia, se encontrar jogue-os em locais apropriados;

– evite entrar no mar após ter feito uma grande refeição;

– evite adentrar em locais onde estão sendo utilizados veículos aquáticos, para que não ocorram acidentes;

– nunca descuide de crianças próximas a locais aquáticos, mesmo em piscinas;

– evite pescar com embarcações quando o tempo indicar a possibilidade de chuva com vento forte, devido á formação de marolas que podem alcançar grandes alturas e virar a embarcação.

– não pule de pedras e nem nade próximo a elas.

– aproveite o verão com responsabilidade.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

Relacionadas

PERIGO

Caminhoneiro é assaltado por bandidos armados em Prudentópolis

CRIMINALIDADE

Jovem é agredida por bandido em Guarapuava

SEGURANÇA PÚBLICA

Aisp de Guarapuava tem queda de mais de 36% em roubos

Comentários