Homem bêbado agride namorada com chutes e socos em Guarapuava

Em outra ocorrência envolvendo violência doméstica, um homem de 40 anos ameaçou cortar o pescoço da esposa e depois atear fogo na casa

Homem bêbado agride namorada com chutes e socos em Guarapuava (Foto: Reprodução/Pixabay)

A Polícia Militar voltou a atender ocorrências de lesão corporal, violência doméstica, ameaça e descumprimento de medida protetiva em Guarapuava. Na noite dessa quarta (27), por volta das 21h, os policiais foram até a rua dos Jornalistas, no Residencial 2000, bairro Morro Alto.

No local, uma jovem de 21 anos relatou aos policiais que o namorado chegou na casa dela embriagado, e a agrediu com socos e chutes. Além disso, danificou os móveis da residência, quebrou o celular da vítima e fugiu em uma bicicleta.

A vítima disse também que o agressor levou a chave do carro dela, um Fiat Palio, e ainda ameaçou namorada de retornar de madrugada e atear fogo no carro. O namorado não foi localizado.

AMEAÇA

Ainda Residencial 2000 no bairro Morro Alto, a PM atendeu outra ocorrência na noite dessa quarta. De acordo com a polícia, por volta das 21h46, uma jovem de 22 anos moradora da rua dos Fisioterapeutas, afirmou aos policiais que o ex-marido foi até a casa dela e insistiu para retomar o relacionamento.

Entretanto, a mulher se recusou e o homem ficou agressivo e segundo a vítima, começou a fazer ameaças. Ainda conforme a jovem, diante da insistência do ex-marido, os dois entraram em luta corporal, que resultou em uma pequena lesão na mão direita da jovem. A mulher recusou atendimento médico.

De acordo com a PM, ela possui medida protetiva expedida pela Delegacia da Mulher de Guarapuava. Mas segundo a vítima, o agressor descumpre constantemente. O agressor não foi localizado.

BATEL

Na madrugada desta quinta (28), uma mulher de 37 anos foi ameaçada de morte e agredida pelo marido de 40 anos, no bairro Batel. De acordo com relato policial, por volta das 3h35, os policiais foram até a rua Dr. Alfredo Stolz.

No endereço, a mulher informou que frequentemente é agredida pelo marido. Além disso, ela afirmou que várias vezes ele teve crises de ciúmes e foi até o local de trabalho dela fazer escândalo e a agredir verbalmente.

Ainda conforme a mulher, o marido tinha feito ameaça de morte, dizendo que ia cortar o pescoço dela e atear fogo na casa. A vítima e a filha foram para a casa de parentes pois estavam com medo do agressor. O homem não foi localizado. A mulher foi orientada a comparecer à Delegacia da Mulher para dar continuidade ao processo.

VILA BELA

E por fim, na rua José Batistelli Filho, uma mulher de 44 anos relatou que o filho de 26 anos – contra o qual a mãe tem medida protetiva -, estava na casa dela fazendo ameaças e tentando agredi-la. A ocorrência foi registrada na madrugada, por volta das 3h50.

De acordo com a mãe, o filho queria dinheiro para comprar entorpecentes. Como não conseguiu, ele entrou em vias de fato com a irmã de 21 anos. O agressor fugiu antes da chegada da PM, mas foi encontrado durante patrulhamento.

Diante do interesse de representação por parte das vítimas, o homem foi encaminhado até a 14ª SDP, para os procedimentos cabíveis.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

PROTOCOLO DE SEGURANÇA

Confirmação de covid-19 em parte de equipe fecha Guaraprev

MELHORIA

Prefeitura e Sanepar firmam convênio que beneficia 700 famílias

MAS NÃO MUITO!

Fim de semana fica um pouco mais quentinho em Guarapuava

Comentários