Homem é condenado a 38 anos após matar companheiro de ex-mulher

Edessandro Deller atacou a ex-mulher com golpes de faca. Quando o atual marido dela foi socorrê-la, ele também o esfaqueou, o levando a morte

MP condena homem a 38 anos após matar companheiro de ex-mulher (Foto: Reprodução/Pixabay)

Após ser julgado por assassinar uma pessoa e tentar cometer um feminicídio em 30 de outubro de 2019, Edessandro Deller foi condenado por homicídio qualificado, consumado e tentado. Assim, o juiz Adriano Scussiatto Eyng, aplicou pena de 38 anos em regime fechado. Portanto, Edessandro Deller deve aguardar qualquer recurso preso. O julgamento ocorreu nessa terça (20).

Conforme o Ministério Público do Paraná, o assassinato e a tentativa ocorreram por motivo fútil e ciúme. Além disso, crime contra a mulher por condições do sexo feminino. O homem tentou matar a ex-mulher, e teria assassinado o atual companheiro dela, Nilson Pinheiro de Lima.

O CRIME

O assassinato ocorreu no dia 30 de outubro de 2019, por volta da meia-noite, em frente uma casa na rua Tenente Flávio Batista Dias, no bairro Morro Alto. Na época, o denunciado, Edessandro e a atual mulher dele estavam na frente da residência bebendo junto com a ex-mulher dele e com Nilson. Conforme as informações da polícia, o relacionamento anterior de Edessandro Deller com a ex-mulher, era fato conhecido dos atuais companheiros dos dois.

No entanto, em determinado momento, Edessandro se revoltou com a presença da ex-mulher e do atual marido dela. E, atacou a ex-companheira com golpes de faca. Quando Nilson Pinheiro de Lima tentou socorrê-la, acabou violentamente agredido. Entretanto, nesse momento, Nilson tentou se esconder na casa da tia da esposa. Mas, o agressor o seguiu e o esfaqueou. Entre os golpes de faca, um o atingiu no abdômen e o levou a morte. A ex-mulher de Edessandro teve lesões no pescoço e sobreviveu.

A defesa relatou que Edessandro Deller não teria tentado matar a ex-mulher, e também negou as lesões. Por fim, sobre o homicídio sustentou a tese de legítima defesa, que não foi aceita pelo Ministério Público.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COMBATE AO CRIME

PRF apreende mais de meia tonelada de maconha em Guarapuava

MAIS UM NOME DIVULGADO

Celso Góes anuncia o novo titular da Secretaria Executiva

PRIMEIRO ESCALÃO

Rita Felchak é a primeira escolha de Celso Góes para o novo mandato

Comentários