Idosa de 71 anos foge de casa para não ser agredida pelo filho

Em outra ocorrência, um filho de 51 anos agrediu o pai de 82 anos e a mãe de 74 anos com um pedaço de madeira

Idosa de 71 anos foge de casa para não ser agredida pelo filho (Foto: Divulgação)

Uma idosa de 71 anos que tem medida protetiva contra o filho de 36 anos, precisou fugir de casa na tarde dessa sexta (28), para não ser agredida por ele. De acordo com a Polícia Militar, na rua Miguel Bohomoletz, no bairro Vila Bela, a vítima de 71 anos afirmou que o filho de 36 anos, constantemente a agride verbalmente e fisicamente.

A mulher apresentou uma faca e disse que o filho a ameaça de morte com a arma branca. Além disso, a idosa afirmou que durante as ameaças, teve que fugir da própria residência para não ser agredida fisicamente. O agressor foi abordado nas proximidades da casa.

Por fim, após consulta, os policiais constataram que havia uma medida protetiva contra o agressor. Ele foi preso e encaminhado para a 14ª SDP.

VILA CARLI

Na noite dessa sexta (28), a PM atendeu outra ocorrência de violência doméstica envolvendo pais e filhos. Assim, por volta das 22h18, um idoso de 82 anos afirmou que o filho de 51 anos chegou em casa bêbado. Além disso, conforme relato aos policiais, o denunciado passou a perturbar o sossego e a tranquilidade.

Em seguida, quebrou móveis da casa e agrediu o pai de 82 anos e a mãe de 74 anos com um pedaço de madeira. Os dois idosos se trancaram em um quarto da casa. O agressor ainda fez ameaças verbais e afirmou que vai atear fogo na casa.

De acordo com as vítimas, as agressões e ameaças são rotineiras. Diante do desejo de representação dos pais contra o filho, o agressor foi preso e conduzido à 14ª SDP.

SÃO CRISTÓVÃO

E na madrugada deste sábado (29), um homem de 38 anos foi preso por lesão corporal violência/doméstica, na rua dos Cardeais, no bairro São Cristóvão em Guarapuava. Assim, por volta das 2h50, uma mulher de 40 anos disse para a PM, que se desentendeu com marido de 38 anos.

Conforme relato policial, a vítima então foi para casa com a irmã de 37 anos. Porém, na chegada, houve novo desentendimento. O homem empurrou a mulher, que caiu batendo a cabeça no meio-fio. A equipe policial também constatou danos no GM Astra Prata, que estava com o vidro traseiro quebrado por pedras. O homem disse que a cunhada causou o dano no carro.

O acusado da agressão foi preso e relatou interesse em representar pelo dano. Por fim, as autoridades policiais confeccionaram o termo circunstanciado na 14ªSDP.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

CORONAVÍRUS

Guarapuava tem três novos casos de covid neste domingo (27)

AJUDA URGENTE

'Vidas por Vidas' faz rifa solidária para não fechar as portas

SINAIS DE ALERTA

Setembro Amarelo e o suicídio: quando a dor começa cedo

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com