Indicativo de greve irá até as 18 horas

Guarapuava – Das 8 horas às 18 horas de hoje, dia 24, policiais civis de Guarapuava realizam uma paralisação. O indicativo de greve é uma forma protesto contra a falta de reajuste salarial. Outro alvo das reclamações dos profissionais é a falta de estrutura para o desenvolvimento dos trabalhos dos policiais.

“Estamos esperando um plano de carreira, cargos e salários a mais de seis anos”, protesta a investigadora Sônia Schemuda. Ela também reclama da situação atual da cadeia da 14ª Subdivisão Policial (SDP). “Temos 250 presos. A cadeia pública serve para abrigar os presos depois da prisão em flagrante e não para o cumprimento da pena integral, que deve ocorrer nas penitenciárias”, afirma.

A delegada-chefe da 14ª SDP, Maritza Maira Haisi, comenta a paralisação. “É uma reivindicação justa. Os policiais estão tentando abrir um canal de conversação”. O indicativo de greve de hoje envolve investigadores, escrivães, agentes, comissários de polícia, papiloscopistas, auxiliares de necropsia, peritos e trabalhadores policiais civis ativos e inativos.

Durante o dia não serão realizados atendimentos ao público como registros de boletins de ocorrência. Mas o plantão continuará funcionando normalmente para as prisões em flagrante. No fim do dia, uma assembléia deve decidir se os policiais entrarão realmente em grave.

Foto: policiais civis realizam paralisação em Guarapuava (Nagel Coelho – Rede Sul de Notícias)

Relacionadas

MAIS UM

Grave acidente com quatro carros mata duas pessoas na BR-277

RODOVIA FEDERAL

Quatro pessoas ficam feridas em batida com três carros na BR-277

DESENTENDIMENTO

Homem morre após briga generalizada em bar

Comentários