Informação equivocada de assessoria provoca ‘tempestade em copo d´água’

Assessoria da coligação 'Movimento Guarapuava para Todos' divulga informação equivocada e tenta terceirizar o erro

 

Informação equivocada de assessoria provoca ‘tempestade em copo d´água’ (Foto ilustrativa)

Nota veiculada no ‘Política em Rede’ nesta quarta (28), com base em ‘release’  assinado pelo ‘Movimento Guarapuava para Todos’ gera a maior polêmica. De acordo com informação da assessoria do MGPT, a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann cumpriria agenda em Guarapuava. O texto, porém, é muito claro quando anuncia que entre os compromissos de Gleisi, estava prevista “visita” ao campus da UTFPR (confira abaixo o release na íntegra. *O grifo é nosso).

Entretanto, tão logo a nota ganhou notoriedade, a assessoria de imprensa do campus solicitou que a informação fosse retificada. Em nota enviada ao RSN, a Instituição disse que não tinha sido comunicada sobre a “visita” de Gleisi. Observou também sobre restrições de acesso durante a pandemia e regras sobre a presença de políticos no campus (Veja print abaixo). O RSN atendeu o pedido feito pela assessoria da Universidade.

Todavia, para surpresa do Departamento de Jornalismo do RSN, a assessoria de comunicação da coligação, enviou o que chama de ‘Nota de Esclarecimento’. No conteúdo a nota diz o  seguinte:

  1. “Conforme a agenda da campanha da coligação que apoia o candidato a prefeito dr. Antenor, divulgada publicamente, além de outras atividades na cidade, estava prevista a gravação da deputada Gleisi Hoffmann em frente à UTFPR, cujo campus foi construído à época do Governo Dilma Rousseff, entre 2010 e 2014, da qual a deputada foi ministra-chefe da Casa Civil e teve papel preponderante na consecução da obra.
  2. Em nenhum momento foi solicitada visita oficial da parlamentar junto à direção da UTFPR, já que sua presença em frente ao campus teve como único objetivo a gravação supracitada..
  3. Em nenhum momento, a coligação encabeçada por Dr. Antenor, teve o propósito de desobedecer as restrições previstas na Instrução Normativa nº 13, que regulamenta o acesso às dependências da UTPR durante o período de pandemia do Covid. Tanto isso é verdade que a gravação foi feita na parte externa do campus.
  4. Lamentamos que uma simples agenda de gravação, em local público e de livre acesso, tenha motivado notícia sensacionalista que beira a parcialidade eleitoral, com vistas a indispor a candidatura do Movimento Guarapuava Para Todos com a direção da UTPR.”

EQUÍVOCO EM DOSE DUPLA

O que chama a atenção, porém, são as afirmações equivocadas  feitas pela assessoria de comunicação da coligação que tem o Dr Antenor como candidato a prefeito. Vamos aos fatos: o Portal simplesmente divulgou nota informativa sobre a agenda do candidato, a partir de informações da própria assessoria de comunicação da coligação.

Outra questão equivocada se refere sobre a intenção de criar ‘fissura’ entre o candidato e a direção da UTFPR. Se houve essa intenção partiu da própria coligação ao divulgar informação equivocada à imprensa. Haja visto que que em nenhum momento a assessoria do candidato  informou que a presidenta faria gravações em frente à UTFPR. Ou seja, na rua, local público e de livre acesso, sim! Caso contrário, fica evidente a falta de ‘link’ entre quem coordena a agenda do candidato e a assessoria de comunicação deste.

O fato é que o Portal RSN não assume a autoria de qualquer observação feita na Nota de Esclarecimento do MGPT. Insistimos: o Portal simplesmente reproduziu informações oficiais, devidamente identificadas, recebidas da campanha do Movimento.

E tem mais: durante conversa pelo WhatsApp com uma das pessoas que coordena a campanha do Dr. Antenor, ela mesma pediu desculpas ao RSN e assumiu o erro da coligação. (Veja abaixo ‘print’ da conversa).

LAMENTÁVEL

Por fim, lamentamos que um equívoco de informação repassada à imprensa tenha levado uma coligação a querer repassar o erro a quem deu visibilidade à notícia, de forma imparcial e acreditando na veracidade da informação recebida.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

 

 

 

Relacionadas

SINAL VERMELHO

Covid-19 mata mais uma pessoa em Guarapuava neste fim de semana

COLHEITA FARTA

Produtor de cevada comemora colheita, qualidade e preço

LEI ALDIR BLANC

Setor cultural pede socorro para não perder recurso emergencial

Comentários