João do Napoleão enfrentará uma mulher à presidência da Câmara

Bancada feminina atraiu vereadores eleitos e tenta arregimentar mais votos para colocar uma vereadora na presidência da Câmara

João do Napoleão enfrentará uma mulher à presidência da Câmara (Foto: Montagem/RSN)

Há poucas semanas da posse dos eleitos e da escolha para a presidência da Câmara de Guarapuava, as articulações se intensificam. Enquanto a oposição decidiu que uma mulher será a candidata, o veterano João do Napoleão tenta repetir a dose pela terceira vez consecutiva. Entretanto, a bancada feminina composta pela primeira vez, elegeu quatro vereadoras.

Todavia, está será a segunda vez que uma vereadora vai tentar comandar o Legislativo Municipal. A primeira foi Maria José Mandu Ribas, então no PSDB. Ela tinha o apoio irrestrito do então prefeito Fernando Ribas Carli e a vitória era dada como certa. Contudo, uma artimanha da maioria dos vereadores, levou o ex-vereador Ademir Strechar (PMDB) à presidência. O fato surpreendeu os meios políticos, porque vereadores da base ‘Carlista’ votaram contra a decisão da bancada.

De acordo com a professora Bia Neves, eleita vereadora, hoje a decisão tomada em reunião na última segunda (14), deixou o nome em aberto.

O nosso processo será democrático. Por isso, vamos aguardar os vereadores eleitos que também querem a renovação na Mesa Executiva. Vamos escolher a candidata juntos.

Conforme a professora Bia (MDB), além dela está na mesa os nomes da também professora Terezinha Daiprai (PT), da sindicalista Cristiane Wainer (PT) e da ativista Bruna Spiztner (Pode). “Uma de nós será a candidata”. A julgar pelo perfil combativo da novas vereadores, a escolha não será nada fácil. Entretanto, a experiência de Terezinha Daiprai que retorna para o segundo mandato pode ser um ponto favorável a ela.

‘PARADA DURA’

Todavia, o processo não será fácil. Conhecido pelo grande poder de agregação, João do Napoleão, pode ter encontrado resistência no começo. É que o eleito Pablo Almeida (Pode) demonstrou disposição em concorrer ao cargo. Todavia, com o decorrer dos dias, a opção atual seria a Secretaria Municipal de Educação. Trata-se de uma das principais pastas da administração. Assim sendo, Pablo teria ‘aberto mão’ da presidência.

Dessa forma, João do Napoleão, que inicialmente contaria apenas com os votos dos reeleitos, ampliou a base de apoio. Conforme informações de bastidores, alguns vereadores de ‘primeira viagem’ que temiam a reação popular, já têm argumentos de sobra para a mudança de voto. “Já temos os votos necessários para a eleição na Câmara”, antecipou um deles ao Portal RSN.

Apesar disso, a oposição segue ciente de que a ‘parada’ não será fácil. “Sabemos que será um jogo difícil. Porém, temos o nosso posicionamento”. De acordo com a professora Bia, a bancada feminina está unida em bloco. “Deixamos as questões partidárias de lado. Vamos votar conforme os interesses da população e vamos fazer a diferença na Câmara”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

BOLETIM COVID

Saúde de Guarapuava já contabiliza mais de 1.100 casos de covid-19 em janeiro

ADEQUAÇÃO

Festa de Nossa Senhora de Belém terá apenas a parte religiosa

IMUNIZAÇÃO

Chega a Guarapuava unidades de insumos de vacina da covid-19

Comentários