Jovem de 18 anos ia fazer tatuagem com dinheiro do auxílio emergencial

Além disso, o jovem assumiu ser o dono de uma porção de maconha. A Polícia Militar fez outras duas apreensões de drogas em Guarapuava

Jovem de 18 anos ia fazer tatuagem com dinheiro do auxílio emergencial (Foto: Arquivo/RSN)

A Polícia Militar registrou três ocorrências envolvendo apreensão de drogas em Guarapuava. Em uma delas, o que chamou a atenção é que um jovem de 18 anos informou que tinha emprestado dinheiro da mãe para fazer uma tatuagem. Segundo a mulher, o dinheiro era proveniente do auxílio emergencial do governo, relacionado a pandemia.

Assim, por volta das 13h, a equipe de operações com cães fazia patrulhamento pela rua dos Ingazeiros, no bairro Morro Alto, quando viu um jovem em frente a uma residência. Ao perceber a presença dos policiais, ele demonstrou nervosismo, olhando para baixo e alterando o sentido em que caminhava, retornando para a casa.

O rapaz de 18 anos e pai dele foram abordados. Além disso, os policiais pediram que uma mulher que estava dentro da casa saísse para abordagem. Nas buscas pessoais nada de ilícito fora encontrado, apenas a quantia de R$ 40 com a mulher, e a quantia de R$ 236 reais com o jovem de 18 anos.

CÃO ZECA

De acordo com a PM, foram então iniciadas buscas com o cão de detecção Zeca, que encontrou uma porção de maconha dentro de uma sacola branca, dentro de um carrinho de mão, que estava no quarto da casa. A droga pesou 13,5 gramas.

O rapaz de 18 anos foi conduzido com a droga para o 16º BPM, para a lavratura do Termo Circunstanciado, já que ele assumiu ser o dono da droga. O dinheiro encontrado com ele, foi entregue para a mulher que não teve a idade informada.

Entretanto, o que mais chamou a atenção, foi que o rapaz afirmou que o dinheiro era da mãe dele, e que ela tinha emprestado para ele fazer uma tatuagem. A mãe disse que tinha recebido o dinheiro do auxílio emergencial do governo federal.

JARDIM DAS AMÉRICAS

Por volta das 18h20, policiais do Choque em patrulhamento pela rua Jorge Silveira do Amaral, no bairro Jardim das Américas, avistaram algumas pessoas em atitude suspeita no endereço. Durante abordagem com um jovem de 20 anos, a PM encontrou 1,5 grama de crack, fracionado em oito porções prontas para a venda.

Com ele os policiais encontraram ainda R$ 351 em notas variadas. Na casa dele, foram feitas buscas não sendo encontrado nenhum indício de que o jovem era usuário de drogas. Além disso, conforme a PM, o abordado é reincidente no crime de tráfico e estava usando tornozeleira eletrônica. Por fim ele foi preso e encaminhado com a droga apreendida para a 14ª SDP para os procedimentos legais.

(Foto: Ascom/Polícia Militar)

CENTRO

E às 19h, policiais da Rotam fizeram mais uma apreensão. Desta vez na rua Quintino Bocaiuva. De acordo com a PM, a Rotam fazia patrulhamento pela via e na esquina com a rua XV de Novembro, abordou dois jovens: uma mulher de 20 e um homem de 22 anos.

Conforme a polícia, eles demonstraram nervosismo. E a mulher soltou um pequeno pacote que segurava nas mãos. Ao lado dela foi encontrado o pacote com quatro porções de maconha, pesando 12,4 gramas e papel seda.

Já na mochila do rapaz foi encontrada uma sacola verde com duas porções maiores de maconha, pesando 38,3 gramas. Eles disseram ser usuários de drogas e teriam comprado por R$ 160, nas proximidades de uma loja. O homem que teria vendido não foi encontrado pelos policiais. Por fim, os dois foram levados até o 16º BPM para confecção de Termo Circunstanciado.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

NEGOCIAÇÃO

Procon expede 'recomendação administrativa' para ensino privado

ACERTO DE CONTAS

Adolescente acusado por furto é ameaçado pelas vítimas em Palmital

AFETANDO A UNIVERSIDADE

Unicentro tem 35% do orçamento de custeio contingenciado

Comentários