Justiça determina prisão de Carli Filho

Segundo informações repassadas ao Portal, Carli Filho vai cumprir a determinação da justiça

Ex-deputado Carli Filho (Foto: Arquivo/RSN)

A Justiça expediu nesta sexta (24), um mandado de prisão preventiva imediata contra o ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho. O ex-parlamentar foi condenado por júri popular, a sete anos, quatro meses e 20 dias de prisão em regime semiaberto, pelas mortes de Gilmar Rafael Souza Yared e Carlos Murilo de Almeida em um acidente de trânsito em maio de 2009 em Curitiba.

O Portal RSN tinha a informação desse mandado de prisão desde as primeiras horas da manhã desta sexta (24), inclusive com os números dos autos na 2ª Vara do Tribunal do Júri (000082-59.2019.8.16.0006), mas o caso seguia em segredo de justiça.

Na tentativa de confirmar a informação, o Portal RSN fez contato com o escritório do advogado da família Yared, Elias Mattar Assad. Porém o próprio escritório, desconhecia a nova decisão. Também foi procurada informação no Tribunal do Júri, e de lá veio apenas a confirmação que não era possível ter acesso ao conteúdo dos autos, porque o mesmo seguia em segredo de justiça.

Policiais do Gaeco – Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado estavam a procura do ex-deputado durante o dia em Guarapuava. O Portal RSN também procurou o advogado de defesa de Carli Filho, Roberto Brzezinski, mas não obteve retorno.

Segundo informações repassadas ao Portal, Carli Filho vai cumprir a determinação da justiça.

Relacionadas

LER FAZ BEM

Bibliotecas da Unicentro indicam livros do acervo no Instagram

MAIS CASOS

Em 24h, Guarapuava confirma 95 novos casos de covid-19

VAMOS PARTICIPAR?

UniGuairacá promove live com o tema 'Envelhecer é uma arte'

Comentários