Marido cospe em mulher e a agride com tapa no rosto em Guarapuava

Em Laranjeiras do Sul, um homem que teria agredido a esposa e estaria em depressão, atentou contra a própria vida ao saber que ela queria se separar dele

Marido cospe em mulher e a agride com tapa no rosto em Guarapuava (Foto: Reprodução/Pixabay)

A Polícia Militar atendeu três ocorrências de violência doméstica nesse domingo (21) em Guarapuava e Região. Por volta das 10h, a PM foi até a rua Alberto Martini, no bairro Conradinho, onde uma mulher de 33 anos relatou que teve uma discussão com o marido de 50 anos.

Além disso, a vítima relatou aos policiais que o marido cuspiu na cara dela e depois deu dois tapas no rosto da mulher. De acordo com relatório policial, a vítima reagiu arranhando o rosto do agressor, causando uma pequena escoriação na face dele. Conforme a vítima, as brigas têm ocorrido há dias. A mulher informou também que o marido alega que ela vai para os bares da Região ingerir bebida alcoólica e que tem vários amantes. E que por este motivo não quer deixar a filha do casal com a mãe.

Entretanto, a mulher negou as acusações e afirmou que já tem uma audiência agendada para resolver esta questão. Por fim, conforme a Polícia Militar, ao entrar na casa, os policiais constataram que o local estava em uma situação de “péssima higiene”. Diante dos fatos e do interesse de representação por parte da mulher, o agressor foi preso e encaminhado até a 14ª SDP.

JARDIM DAS AMÉRICAS

Por volta das 18h30, os policiais foram chamados para atender um caso de lesão corporal e violência doméstica em Guarapuava. Desta vez, a ocorrência foi registrada na rua Itapeva. No endereço, uma mulher de 28 anos falou para a PM que estava na casa da sogra e que foi agredida fisicamente pelo marido.

De acordo com a mulher, o marido cortou o nariz dela com uma faca. Porém, quando os policiais chegaram, o agressor já havia fugido. Os policiais militares orientaram a vítima quanto aos procedimentos a serem tomados na delegacia da mulher.

LARANJEIRAS DO SUL

E em Laranjeiras do Sul, a PM também atendeu uma ocorrência de lesão corporal e violência doméstica nesse domingo (21). Assim por volta das 14h20, os policiais foram até a rua das Laranjeiras, no bairro Panorama.

No local, uma mulher de 28 anos relatou à PM, que o marido de 36 anos estava há vários dias com comportamento agressivo com a família. De acordo com a mulher, o filho de um ano riscou a TV da sala. E em seguida, o marido passou a xingar a esposa e o filho. Além disso, conforme relato, com comportamento agressivo, ele começou a gritar e perguntar à mulher se ela iria embora da casa.

Depois disso, o homem pegou o menino e se trancou no quarto. A mulher então pediu ajuda para os vizinhos, que conseguiram negociar com o homem para que ele entregasse a criança. Entretanto, após entregar o menino, o homem se trancou dentro da casa com a mulher.

O marido dizia que queria conversar e também afirmou que estaria com depressão e pediu uma chance para a esposa. Porém, a mulher disse que não iria dar uma chance. E neste momento, ele correu para a lavanderia e amarrou uma corda no pescoço para se enforcar. A mulher conseguiu desatar a corda.

Conforme o relato policial, após a esposa ter tirado a corda do pescoço do marido, ele tentou mais uma vez se enforcar e foi impedido pela mulher. A mãe do homem esteve presente ao local. A PM acionou o Corpo de Bombeiros, que levou o homem para o hospital para receber atendimento médico. A esposa não quis representar.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

BRIGA

PM recebe denúncia de disparo e flagra homens envolvidos em briga

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

PM registra duas ocorrências de violência doméstica nessa sexta (3)

DURANTE A PANDEMIA

PM encerra churrasco com 13 pessoas em Guarapuava

Comentários