Menina com paralisia cerebral é encontrada trancada sozinha em casa

Ela foi encaminhada para uma casa de apoio em Guarapuava. O pai foi preso

(Foto: Arquivo)

Um homem de 41 anos foi preso na tarde dessa quarta (19) em Turvo. Ele foi acusado de deixar trancada sozinha e sem atendimento médico, a filha de apenas 11 anos. Ela precisa de cuidados especiais devido à uma paralisia cerebral.

A polícia disse que foi acionada por uma assistente social juntamente com uma enfermeira e uma conselheira tutelar que afirmaram que durante uma visita na casa onde a menina mora, foi constatado que ela ficava trancada sozinha dentro de casa. As profissionais viram a situação por uma janela por volta das 10h.

Ao retornar no local, por volta das 15h15, a menina ainda estava sozinha. Pouco tempo depois, um homem de 41 anos, pai da criança, chegou e afirmou ter ido ao posto de saúde buscar medicamentos. Ele não soube dizer onde estaria a mãe da menina.

A PM informou o homem que a garota seria levada para uma casa de apoio de Guarapuava e ele tentou retirar a mangueira do oxigênio da criança. De acordo com a polícia, o intuito era responsabilizar as equipes presentes sobre qualquer coisa que acontecesse com a menina.

Ele recebeu voz de prisão por abandono de incapaz e foi levado para a 14ª SPD juntamente com as profissionais que acompanham o tratamento da criança.

Relacionadas

ABANDONO DE INCAPAZ

Criança de 2 anos é encontrada sozinha dentro de casa em Guarapuava

SEGURANÇA PÚBLICA

Forças de segurança de Guarapuava deflagram Operação Sinergia

MAIS UMA MORTE

Pelo segundo dia consecutivo, Guarapuava registra morte por covid-19

Comentários