Moradora de Tibagi flagra lobo-guará buscando comida em camping

Tayline Milka, moradora local, fez o registro comentou que o animal aparece procurando comida todas as noites desde a segunda (4)

Moradora de Tibagi flagra lobo-guará buscando comida em camping  (Foto: Reprodução/G1)

O passeio de um animal deixou uma moradora de Tibagi surpreendida. Isso porque, um lobo-guará foi flagrado buscando comida dentro de um camping. Tayline Milka, moradora local, fez o registro. Ela que é neta de um criador da Região, comentou que o animal aparece procurando comida todas as noites desde a segunda (4).

Esses dias apareceram dois. Eles vêm nos sacos de lixo separados e buscam comida. Então, quando chegam bem perto da casa, ficamos do lado de dentro vendo pela janela e não chegamos perto, deixamos eles saírem. É emocionante, porque fiquei lá desde pequena e nunca imaginei ver um lobo-guará.

(Foto: Reprodução/G1)

Em Ponta Grossa, uma câmera do Parque Estadual de Vila Velha registrou um animal do mesmo porte, nos Campos Gerais do Paraná. Na quarta (6), ele estava atravessando a rua.

NOTA DE R$ 200

Além disso, em agosto de 2020, um personagem bem ‘guarapuavano’ ganhou destaque em todo o país. Sob risco de extinção, o lobo-guará, que deu origem ao nome de Guarapuava, foi eleito para estampar a nova nota de R$ 200.

RISCO DE EXTINÇÃO

De acordo com o Secretário de Meio Ambiente, Celso Araújo, a existência do animal assim como vários outros que compõem a fauna brasileira, está em risco pela ação do homem. “Dentre as ameaças enfrentadas por essa espécie, destacam-se a destruição do habitat, a caça e captura, os acidentes em rodovias e as doenças adquiridas pelo contato com espécies domésticas”.

Desse modo, atualmente o lobo-guará está classificado na lista vermelha de espécies ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza, como ‘quase ameaçada’. Ainda de acordo com as informações, o lobo-guará é um animal com hábito principalmente, crepuscular-noturno. Assim, é solitário e apesar de ser denominado um lobo, não é feroz, como os famosos lobos-cinzentos.

Os lobos-guarás atacam raramente e apenas quando se sentem ameaçados, preferindo geralmente manter-se longe dos seres humanos. Além disso, eles marcam território utilizando fezes e urina e também são capazes de vocalizar para comunicarem-se com parceiros e filhotes, sendo uma das funções dessa vocalização a localização dentro do território.

*Com informações do G1

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TRAGÉDIA

Incêndio atinge instituto na Índia que fabrica vacina de Oxford

SOLIDARIEDADE

Bebê precisa de medicamento que custa R$ 12 milhões

ALERTA

Procon alerta sobre perigo de kit 'fake' de vacina contra a covid-19

Comentários