Motorista de aplicativo é perseguida em tentativa de assalto em Guarapuava

Motorista disse que entrou em pânico durante a perseguição, mas pediu socorro no grupo da 'rodagem' e conseguiu sair ilesa

Motorista de aplicativo é perseguida em tentativa de assalto em Guarapuava (Foto: Arquivo/RSN)

*Reportagem com áudio

Uma perseguição seguida por tentativa de assalto deixou uma motorista de aplicativo em pânico na madrugada desta quinta (12) em Guarapuava. A motorista, de 47 anos, trabalha há cinco meses transportando passageiros. Conforme ela contou ao Portal RSN, por volta das 2h30 da madrugada, foi buscar a irmã e um amigo na rodoviária municipal.

Porém, no retorno, já na avenida Moacir Silvestri, a motorista disse que ultrapassou um veículo. Assim, isso bastou para que a perseguição começasse. “O carro começou a nos perseguir. O motorista tentava nos fechar, bater atrás. Tive que subir em calçadas. Já não sabia mais para onde seguir. Os dois homens da frente ficavam apavorando. Havia outras pessoas atrás”.

De acordo com a motorista, a perseguição durou até chegar à rua Professor Becker, na Lagoa das Lágrimas. “Ali em frente a delegacia da Polícia Federal, o outro motorista fez uma manobra. Ele veio de encontro com o nosso carro, mesmo na contramão. Depois, embicou e tentou bater de lado”.

Assim, apavorada, a vítima pediu socorro no grupo da ‘rodagem’ – como ela trata os demais motoristas do aplicativo.

“PM PENSOU QUE ERA TROTE”

Conforme ela relatou, o amigo que estava  com ela no banco de trás, ligou à polícia por várias vezes. “Acho que a PM pensava que era trote. Só depois que pedi socorro aos colegas e que eles acionaram novamente é que fui encontrar a equipe de policiais em frente ao Edifício Araucária”.

Porém, antes disso, ao perceber que um dos passageiros estava com o telefone celular nas mãos, o motorista acelerou e fugiu. Assim, apesar do pânico, ela disse que precisou ‘dar a volta por cima’ e retornou à ‘rodagem’ [fazer corridas] às 5h30 desta quinta.

“Essa é a minha profissão, é o meu ganha-pão. Preciso trabalhar para pagar as minhas contas, para sobreviver. É claro que o medo surge, mas preciso superá-lo”.
De acordo com a motorista, ela já registrou boletim de ocorrência na polícia civil.

“Conseguimos anotar a placa do carro que é um GM Prisma Preto. Esse carro está com busca e apreensão e com licenciamento vencido desde 2016”.

Ouça abaixo, o áudio do momento da perseguição.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

UTILIDADE PÚBLICA

Obras vão interditar a BR-277 em Guarapuava nesta quarta (23)

EXPLORAÇÃO SEXUAL

Travesti denuncia exploração de cafetina contra 'trans' que vêm de fora

COVID-19 EM GUARAPUAVA

Hospital São Vicente deixa de ter ala exclusiva para covid

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com