MST e posseiros devem bloquear PR-170 nesta segunda

Bloqueio acontece um dia antes do ato judicial de conciliação sobre reintegrações de posse

Um dos bloqueios realizados na PR-170 (Foto: Massa News)

Na manhã desta segunda feira (16), o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e posseiros do município de Pinhão ameaçam fechar a PR-170. Esta será mais uma ação para chamar atenção das autoridades para as reintegrações de posse pendentes na região. O anúncio foi feito pelo coordenador estadual do MST, Nelson Florentino dos Santos, durante a reconstrução da Comunidade Alecrim, no sábado (14).

Em fevereiro deste ano, a comunidade foi alvo de reintegração de posse, ganhando repercussão nacional por ter sido marcada pela demolição de uma igreja, um posto de saúde e casas. Em seguida, a reintegração foi suspensa e reocupada pelas famílias de posseiros. A área pertence ao espólio de João José Zattar.

A interdição da PR-170 nesta segunda acontece um dias antes do ato judicial de conciliação que ocorrerá na terça (17), às 13h, no Fórum de Pinhão, e que vai tratar das reintegrações de posse. Segundo o MST, o tempo do bloqueio dependerá do resultado do ato e poderá se estender também à BR-277.

Relacionadas

ELEIÇÕES 2018

Aliel se reúne com reitor da Unicentro e reafirma compromissos

REGIÃO

Lenita e Granoski são multados pelo Tribunal de Contas do Paraná

ELEIÇÕES 2018

Cida defende que portos do Paraná incentivem o turismo

Comentários