Mulher é agredida, mas desiste de representar contra o agressor

A mulher mora há dois meses com o marido, que a pegou pelo pescoço e tentou sufocá-la. Ainda conforme a vítima, o marido possui um revólver calibre 38

Mulher é agredida pelo marido, mas desiste de representar contra o agressor (Foto: Reprodução/Pixabay)

Uma mulher de 23 anos foi agredida pelo marido, mas desistiu de representar contra o agressor. De acordo com a Polícia Militar, nessa quarta (22), por volta das 11h32, a equipe fez contato com a mulher na avenida Sebastião de Camargo Ribas, no bairro Bonsucesso em Guarapuava. Aos policiais ela relatou que no dia 16 de julho, se desentendeu com o marido de 24 anos, com quem mora há dois meses em Pinhão.

Além disso, ela disse que ele a pegou pelo pescoço e tentou sufocá-la. Ainda conforme a vítima, o marido possui um revólver calibre 38 prata e várias munições. Foi acionado apoio da equipe de Pinhão, os quais fizeram buscas na residência dele, mas nada de ilícito foi localizado. Em seguida, o denunciado chegou em uma moto Honda. Com ele nada foi encontrado.

Porém, de acordo com a PM, a carteira de habilitação dele estava vencida, assim como o licenciamento da moto. Assim, foi confeccionado os autos de infrações pertinentes. Por fim, como a mulher não demonstrou interesse em representar contra o agressor, ele foi liberado. A vítima foi orientada quanto aos procedimentos legais.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CHOCANTE

Câmera de segurança mostra atropelamento de menino em Guarapuava

DESAPARECIDA

Mulher de 30 anos está desaparecida desde domingo (26) em Guarapuava

ELEIÇÕES

Médico assume Comissão Provisória do PSDB em Guarapuava

Comentários