2020 é considerado o ano internacional dos profissionais de enfermagem

Seja durante a pandemia ou em dias comuns, os profissionais se dedicam para garantir atendimentos precisos e a saúde da população

Os enfermeiros se dedicam para garantir atendimentos precisos e a saúde da população (Foto: Reprodução/Pixabay)

Nesta terça (12) é comemorado o Dia Internacional do Enfermeiro e início da Semana da Enfermagem, celebrada há 60 anos no país. Como forma de comemoração, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu hoje que 2020 é o ano internacional dos profissionais de enfermagem.

Dados do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná apontam que 22.223 auxiliares de enfermagem, 57.462 técnicos e 27.218 enfermeiros atuam no Estado. De acordo com o secretário da Saúde,  Beto Preto, o trabalho dos profissionais é fundamental para garantir a recuperação dos pacientes e minimizar os riscos de morte.

EM GUARAPUAVA

Há 10 anos atuando como enfermeira, Danieli Dotti, reconhece que na profissão é possível olhar as pessoas de uma nova forma, pensando sempre no bem e na melhoria de vida. Hoje, trabalha no setor de qualidade do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo e comenta que a função tem como finalidade garantir a qualidade continua no setor da saúde, ou seja, o bom atendimento e a excelência do serviço. “Principalmente nesse momento de pandemia, nós precisamos ter muito cuidado e exercer nosso trabalho da melhor forma possível. Tenho muito orgulho de ser enfermeira, essa profissão tão importante”.

Graças à Florence Nightingale, considerada uma ‘mãe’ para a enfermagem moderna, a data foi escolhida para homenagear a profissão. O motivo, é o nascimento em 12 de maio de 1820. Além disso, também lembra a importância de Ana Néri, primeira brasileira a se alistar voluntariamente em combates militares.

Neste dia de comemoração, Danieli agradece cada um dos colegas e parabeniza todos os profissionais que têm se dedicado dia após dia na luta conta o coronavírus.

O QUE É SER ENFERMEIRO?

É persistir pela vida. Ter o cuidado desde o nascimento até a morte do nosso paciente. É a arte de cuidar, estamos com as pessoas 24h. Precisamos focar nelas como um todo, pensar no bem e não apenas da ferida, mas cuidar da alma também.

Essa é a percepção de Cibele Aparecida Marochi, gerente de enfermagem do São Vicente, sobre a profissão que escolheu para a vida. Como gerente de enfermagem, é responsável por administrar todo o setor da área no hospital. Desse modo, elabora escalas, desenvolve relatórios, entre outras coisas que garantem o bom funcionamento do ambiente.

Segundo Cibele, que atua há 21 anos na área, hoje o enfermeiro também precisa ser um gestor, já que todos os dias aparecem novos desafios. “Sempre ao levantar da cama nos deparamos com novas dificuldades, ainda mais agora em pandemia. Sinto que precisamos estar atentos, cuidar dos pacientes e dos colaboradores”.

Ao finalizar, a profissional aponta que não consegue se imaginar em outro meio de atuação, acredita que não saberia desempenhar outro papel. “Eu amo cuidar do paciente, fazer a assistência e me dedicar a isso. Agradeço aos meus colegas e parabenizo todos que trabalham para manter o bem-estar, o sentimento é de felicidade e gratidão”.

PROTAGONISMO 

Conforme estudo realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por iniciativa do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), a categoria, predominantemente feminina, representa 60% da força de trabalho na saúde, bem como do Sistema Único de Saúde.

Fátima Hirth Ruiz, enfermeira há mais de 27 anos, que trabalha no Hospital Universitário de Londrina (HU), se sente orgulhosa da profissão e agradece aos colegas. “Quero parabenizar todos os enfermeiros e técnicos de enfermagem, atuamos na linha de frente com amor responsabilidade e cuidado. Com isso, temos que ter muito orgulho”.

A equipe RSN deseja um feliz Dia do Enfermeiro a cada profissional e agradece pela dedicação não apenas na pandemia, mas em todos os dias.

 

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

NO TRÂNSITO

Hoje inicia a Semana Nacional do Trânsito em todo o país

NÚMEROS ASSUSTADORES

Insegurança alimentar cresce e atinge mais três milhões de pessoas

COVID-19

Eduardo Pazuello assume oficialmente o Ministério da Saúde

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com