Obras na BR 277 têm sequência na próxima semana

Os usuários da BR 277 – entre Guarapuava e Foz do Iguaçu – devem continuar atentos às obras de manutenção, conservação e sinalização da rodovia que seguem na próxima semana. Entre os dias 19 e 27 de junho, a concessionária que administra o trecho, Ecocataratas, realiza conservação nas faixas de domínio entre Laranjeiras e Catanduvas (km 465 até Km 469), que também recebe limpeza nos sistemas de drenagem, entre Catanduvas e Cascavel (Km 569 até Km 595) e entre Cascavel e Foz do Iguaçu (Km 569 até Km 731), trecho que também recebe podas de árvores. O fluxo de veículos acontece normalmente.
A rodovia fica interditada com trânsito alternado em Laranjeiras do Sul. Os trechos que recebem reparos na pista se estendem do Km 444 até o Km 447 e do Km 460 até o Km 466. Também haverá barreiras durante o trabalho de manutenção do pavimento entre Candói e Cantagalo (Km 399 até Km 422), entre Cascavel e Santa Tereza do Oeste (Km 573 até Km 602), entre São Miguel do Iguaçu e a divisa com Santa Terezinha do Itaipu (Km 704 até Km 705) e em Santa Terezinha do Itaipu (Km 705 até Km 707)
Entre Catanduvas e Cascavel (Km 552 até Km 568) e entre Santa Terezinha do Itaipu até Foz do Iguaçu (Km 709 até Km 731) a pista também será interditada com fluxo alternado para manutenção da sinalização horizontal. Dentro do trecho de obras de Cascavel, está programada a remodelação de alguns trevos de acesso. Também haverá ampliação em uma via do Trevo Cataratas.
Quem passar pelos locais em obras deve ficar atento aos movimentos de máquinas e operários, obedecendo à sinalização e trafegando dentro da velocidade permitida. Antes de viajar, o usuário pode ligar para o Serviço Ecocataratas de Atendimento 0800-450-277 e obter informações sobre as condições de tráfego. O atendimento é 24 horas.

Relacionadas

100 DIAS DE COVID

33% dos pacientes positivados em Guarapuava já estão curados

CONFIRMADO!

Bolsonaro testa positivo para covid-19 nesta terça (7)

REPERCUSSÃO

Pesquisa do Instituto do Instituto de Câncer pauta jornal da USP

Comentários