Os Quíntuplos de Chopinzinho já estão em casa com a família

Depois de 86 dias na UTI neonatal do Hospital Nossa do Rocio em Campo Largo, os quíntuplos vão para a casa

Quíntuplos de Chopinzinho já estão em casa (Foto: Arquivo da família)

Os quíntuplos já estão em casa Chopinzinho. Os bebês ficaram 86 dias na UTI neonatal do Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo para ganhar peso. Nessa quarta (27) receberam alta, e foram com os pais Luis Fernando Araújo, de 33 anos e Aniele Kurpel de 24 anos e com o irmão Davi para casa.

“Só quem passou o que passamos, enfrentando os momentos difíceis, sabe o que foi esse tempo em que eles e nós passamos no hospital”, afirmou emocionada a mãe Aniele.

No último dia 25 de outubro, o Portal RSN mostrou com exclusividade as primeiras fotos dos bebês. Na foto, o casal aparece com todos os bebês no colo de Aniele. Em outras duas fotos divulgadas, estão também os profissionais que integram a equipe médica do hospital.

Quíntuplos de Chopinzinho foram fotografados pela primeira vez no dia 25 de outubro (Foto: Arquivo da família)

Devido a falta de fotos, o casal chegou a enfrentar boatos sobre a saúde dos bebês. Em um vídeo feito pelo Instagram, Luis e Aniele desmentiram os cometários. E reafirmaram que estava tudo bem com a criançada. “O hospital tem uma política bem restrita com relação a fotos devido ao alto risco de contaminação transmitido pelos celulares. E como são prematuros era um risco muito maior”, afirmou na época.

(Foto: Arquivo da família)

Conforme Luis, em entrevista exclusiva ao Portal RSN, os filhos estão muito bem, com saúde e perfeitos. E bem gordinhos. Assim, a Antonella e a Laura estão com 2.505 kg.. Já o Jhordan com 3.060kg, o Tiago está pesando 3.090 kg e o Luis Henrique está com 3.130 kg. Veja abaixo um vídeo postado no Instagram, momentos antes da saída do hospital.

AJUDA

Os quíntuplos nasceram na noite do dia 2 de setembro no Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo. Conforme os pais, os bebês permaneceram por 86 dias sob os cuidados da equipe multiprofissional do Hospital. De acordo com Luis, a criançada está usando muita fralda neste momento.

E futuramente também vão consumir muito leite, além de cuidados que todas as crianças precisam nos primeiros meses de vida. Só que neste caso, tudo é multiplicado por cinco. Por isso, a família pede a ajuda de quem puder contribuir com a ‘vakina online’. Conforme Luis, a ideia é arrecadar o máximo possível, para que com essa reserva, não falte nada aos bebês.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

RELIGIÃO

Antiga sede da catedral passa a ser santuário no dia da Padroeira

FISCALIZAÇÃO

Força-Tarefa reforça combate à pesca predatória e desmatamento no PR

CAMPEONATO PARANAENSE

Datas para o Campeonato Paranaense já estão definidas

Comentários