Paraná recebe ampolas de intubação para pacientes de covid-19

As ampolas para intubação foram enviados pelo Ministério da Saúde, com valor de aproximadamente R$ 1 milhão. Para o PR foram destinadas 100 mil unidades

Paraná recebe ampolas para intubação de pacientes com covid-19 (Foto: Reprodução/AEN)

O Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) recebeu quase 100 mil ampolas de relaxantes neuromusculares utilizados em intubação de pacientes internados com covid-19. Conforme informações da Agência Estadual de Notícias (AEN), os medicamentos foram enviados pelo Ministério da Saúde, em um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão. O anúncio foi feito nessa terça (4).

Além disso, os medicamentos fazem parte de uma parceria firmada entre o Governo Federal e o Governo Estadual, há aproximadamente duas semanas, quando o ministro-interino da Saúde, Eduardo Pazuello, esteve no Estado.

Mesmo que este seja um lote adicional de medicamentos, a Secretaria de Saúde informa que vai continuar monitorando a situação dos insumos. “Os casos de internamentos em UTI estão aumentando. Assim, precisam estar à disposição de pacientes da covid-19”.

(Foto: Reprodução/AEN)

Conforme o Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, a ação vai auxiliar os 54 hospitais do plano de atendimento exclusivo à covid-19, no processo de intubação e manutenção de pacientes. “Mas, continuamos vigilantes neste assunto, fazendo o uso racional e necessário do insumo”.

AÇÕES

Além disso, o Paraná também fez uma compra do mesmo medicamento, adquirindo cerca de R$ 1,5 milhão em insumos. Segundo a AEN, parte do lote já está no Cemepar, o restante deve chegar nos próximos dias. A Secretaria também buscou mais um quantitativo de medicamentos no Rio de Janeiro na semana passada, em uma ação articulada em parceria com o Ministério da Saúde, como aponta o assessor especial do gabinete da Secretaria, César Neves.

O Governo Federal se comprometeu ainda com o envio de novos insumos nos próximos dias, e graças a essa força-tarefa do Governo do Estado e Ministério da Saúde, poderemos garantir medicamentos para ao menos duas semanas, nos hospitais que fazem parte do plano.

MONITORAMENTO

O Estado tem monitorado o estoque dos hospitais e contingenciado os medicamentos para que nenhum paciente fique desassistido. Até este momento, não houve falta de medicamentos no Paraná, como informou Neves.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

VACINA ANTECIPADA

Campanha de vacinação contra pólio e multivacinação é antecipada no PR

BALANÇO SEMESTRAL

Polícia Ambiental registra aumento de prisões e resgates de animais

FEMINICÍDIOS

Paraná tem aumento nos casos de assassinatos de mulheres

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com