Pessoas com o auxílio negado podem entrar com pedido de contestação

A partir da próxima segunda (22), é possível entrar com pedido de contestação de resultado por meio da Defensoria Pública do município em que mora

A segunda parcela começou a ser depositada nesta semana. Assim, seguindo o calendário divulgado pela Caixa Econômica

Todos aqueles que tiveram o auxílio emergencial negado podem, a partir da próxima segunda (22), entrar com pedido de contestação de resultado por meio da Defensoria Pública do município em que mora, de acordo com informações do Ministério da Cidadania divulgadas na quarta (17). Segundo a pasta, será preciso apresentar documentos que comprovem a elegibilidade do recebimento do benefício.

Segundo o defensor público-geral federal Gabriel Faria Oliveira, o acordo é estratégico para dar a chance de que os casos sejam analisados individualmente. “Aqueles que tiveram o benefício eventualmente negado, por alguma desatualização no cadastro que não seja condizente com a realidade atual, têm a possibilidade de buscar ajuda para resolver a questão sem judicialização”.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, atualizou as informações sobre a operação de pagamento do auxílio emergencial nesta quinta (18). Confira o vídeo.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Recuperados da covid-19 ainda podem propagar o vírus

100 DIAS DE COVID

33% dos pacientes positivados em Guarapuava já estão curados

CONFIRMADO!

Bolsonaro testa positivo para covid-19 nesta terça (7)

Comentários