Pitanga convive com obras que estão sendo solicitadas há 40 anos

Prefeito diz que o momento é histórico para o município por causa da "boa política"

O município de Pitanga, a 76 quilômetros de Guarapuava, na região Oeste do Paraná, vive um novo momento, segundo a avaliação do prefeito Mailcol Callegari Rodrigues Barbosa (PV). São investimentos na saúde, educação, infraestrutura, entre outras áreas, que garantem melhorias à população, a partir de parcerias com os governos estadual e federal.

Duas conquistas, porém, contemplam décadas de reivindicações. A construção do Hospital Regional, com investimentos de R$ 25 milhões, assegurados pelo Ministério da Saúde, em convênio assinado pela governadora Cida Borghetti (PP), com a Caixa Econômica Federal, no último dia 4. A área foi doada pela família do produtor Cleuso Araújo (já falecido) e a obra terá 8,1 mil metros quadrados de área construída, a dois quilômetros do Centro da cidade. Serão 80 leitos para média complexidade, com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neo natal e adulto, beneficiando um universo de cerca de 150 mil habitantes na microrregião. Com essa construção, o antigo hospital da cidade será absorvido pelo Hospital Regional, que ficará sob a responsabilidade das irmãs de caridade que hoje administram o Hospital São Vicente.

“O atual hospital já não oferece mais condições, pois está fora nas normas e para reformá-lo seriam necessários R$ 10 milhões”, diz a secretária municipal de Saúde, Emily Sakurai.

OUTROS INVESTIMENTOS

A terceira visita da governadora Cida Borghetti ao município contemplou também a regularização fundiária de 615 lotes urbanos. “Isso significa seguranças às famílias que a partir de agora terão o documento definitivo de posse”, observou o prefeito Mailcol. “Muitos moradores já não acreditavam mais na possibilidade de obter a documentação”, disse o vice prefeito Carlos Brandalise, o Carlão.

Segundo o prefeito, há também recursos para cinco colégios que funcionam em dualidade com o município; a licitação para oito mil metros de rede de esgoto; reformas em escolas e a construção da marginal que liga o Centro da cidade ao Parque de Industrial, onde estão instaladas 40 empresas e geram mais de mil empregos.

“Hoje mais de mil trabalhadores se arriscam atravessando a PR-466 e com a marginal será mais tranquilo”, disse o prefeito.

Outra reivindicação que remontava mais de 40 anos é a ligação asfáltica entre Pitanga e Mato Rico, cuja obra deverá começar nos próximos dias. “Essa obra significa o desenvolvimento social e econômico da região”, observou Carlão.

De acordo com o o prefeito, que é do Partido Verde (PV), Pitanga vive um “momento histórico, a partir da boa política”.

Assista, abaixo, a entrevista com o prefeito e equipe.

Relacionadas

NO PARANÁ

João Arruda deverá ser aclamado como o novo presidente do MDB Estadual

MUITO A COMEMORAR!

Conquistas em todas as áreas marcam os 54 anos de Pinhão

NOVO GOVERNO

Ney Leprevost será o novo secretário da Justiça, Família e Trabalho

Comentários