Plasma de recuperados da covid-19 começa a ser coletado em Irati

O plasma hiperimune é um componente do sangue doado por pessoas que já se recuperaram da doença e adquiriram anticorpos. O que pode ser uma esperança

Pacientes recuperados podem doar (Foto: Reprodução/Portal Clique)

Uma esperança a mais para pacientes que buscam a recuperação da covid-19 está na utilização do plasma hiperimune, componente do sangue doado por pessoas que já se recuperaram da doença e adquiriram anticorpos. Em Irati, a Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) recebeu nesta semana os primeiros doadores.

De acordo com as informações do Portal Clique, pacientes internados na Santa Casa de Irati estão recebendo o plasma desde o final do mês de novembro. As bolsas vinham de pessoas recuperadas de Curitiba e Região Metropolitana de Curitiba (RMC). A médica responsável pela UCT, Larissa Mazepa explicou o processo. “Agora, vamos produzir o nosso próprio plasma, que são células existentes em pessoas já recuperadas e que desenvolveram as defesas naturais do corpo – os anticorpos”.

Desse modo, para o plasma chegar ao paciente que precisa há um processo que exige agilidade. Desde o momento em que é feita a coleta até chegar a Curitiba e ser separado, hemácias e plasma, o prazo máximo é de apenas seis horas, o que exigiu um trabalho de logística que envolve a UCT, a 4ª Regional de Saúde e o Hemepar, na capital do Estado.

Larissa explica que todo o esforço vale a pena, uma vez que quando a pessoa é infectada não possui anticorpos.

O que disponibilizamos a esses pacientes é o plasma rico em anticorpos. Como ele ainda não produziu o seu, nós emprestamos de outra pessoa que doou.

Além disso, a médica ainda fala que o paciente que utiliza o plasma normalmente já está mais debilitado, com a doença em andamento e precisa que esses anticorpos entrem na corrente sanguínea e ajudem a evitar que a situação não se agrave.

Sobre os pacientes que utilizaram plasma em Irati, Larissa fala que a maioria recebeu alta e outros que seguem internados estão tendo boa evolução. “Aqui ainda não temos uma estatística por ser recente o uso. Mas, em Curitiba 98% dos pacientes que utilizaram se recuperaram”, destaca.

A injeção de plasma já com os anticorpos de quem se recuperou da infecção permite a criação de uma barreira protetora em quem recebe o sangue. O objetivo é evitar que a doença tenha um agravamento e, em muitos casos, a necessidade de uma transferência para unidade de terapia intensiva (UTI). Os estudos começaram a ser desenvolvidos pelo Hemepar em março.

ORGANIZAÇÃO

O diretor da UCT de Irati, Amauri Kubaski, explica que para conseguir viabilizar as coletas foi necessário agendar as doações pela manhã devido a questões técnicas e pela logística para as bolsas chegarem a tempo em Curitiba. A ideia para o próximo ano é ter um dia específico apenas para atender os doadores recuperados da Covid-19.

“Estamos fazendo divulgação para que as pessoas venham doar. Também realizamos um trabalho através de uma lista que recebemos da 4ª Regional de Saúde, onde acompanhamos os recuperados e entramos em contato. Garantimos toda segurança no procedimento”, explica Kubaski.

QUEM PODE DOAR?

Para ser um doador de plasma hiperimune é necessário:

– Ter testado positivo para a covid-19, com resultado impresso
– Ter entre 18 e 59 anos de idade
– Pesar mais de 50 quilos
– Estar sem sintomas ao menos 30 dias após recuperação plena da doença
– Não ter tido nenhuma das seguintes doenças: sífilis, chagas, malária, hepatite B, hepatite C, HIV e vírus HTLV
– Nunca ter recebido transfusão sanguínea
– Ausência de gestação ou aborto
– Não ter passado por intubação
– Cumprir as regras gerais para doação, como estar bem alimentado, ter uma boa noite de sono.

INFORMAÇÕES

Mais informações sobre doações podem ser obtidas através dos contatos: (42) 3422-3119 ou (42) 9 9955-3539.

*Com informações do Portal Clique

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MAIS UMA MORTE

Após 28 dias desde os primeiros sintomas, morre 76º paciente

PROST

Quiosque da Brahma surge repaginado no Shopping 'Cidade dos Lagos'

COMEMORAÇÃO

Fernando e Sorocoba no 'Parabéns pra você' em Guarapuava

Comentários