PM registra três casos de violência doméstica em Guarapuava

Em dois dos casos de violência doméstica registrados pela PM, as vítimas não quiserem fazer a representação criminal contra os agressores

PM registra três casos de violência doméstica em Guarapuava (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar registra três casos de violência doméstica em Guarapuava entre essa quarta (26) e hoje. No começo da madrugada desta quinta (27), uma jovem de 18 anos relatou aos policiais que chegou em casa na rua Carlos Drumond de Andrade, no bairro Boqueirão, e o marido passou a injuriá-la com palavras de baixo calão.

Além disso, de acordo com a vítima, o marido passou a agredi-la e tentou a asfixiar. Ainda conforme a mulher, o agressor deu um soco na cabeça dela e apertou seus braços. O marido ainda a ameaçou dizendo que se ela chamasse a polícia, iria matá-la. A mulher optou em decidir depois se fará a representação criminal contra o agressor.

SÃO CRISTÓVÃO

Em uma outra ocorrência de violência doméstica nessa quarta (26), a vítima também não manifestou interesse em representar contra o agressor. Assim, conforme a PM, por volta das 21h30, a equipe foi até a rua Antônio F. Rodrigues, no bairro São Cristóvão.

No endereço a mulher de 46 anos relatou que chegou em casa e o marido passou ameaçá-la dizendo que iria matá-la e depois atear fogo. Por fim, de acordo com a PM, a vítima não quis representar contra o marido.

SANTANA

E a terceira violência doméstica ocorreu às 22h03 na rua América Central, no bairro Santana. A vítima de 53 anos, afirmou que estava em casa quando o ex-marido de 45 anos entrou e começou a agredi-la fisicamente. A mulher gritou por socorro e o agressor fugiu.

Conforme relato feito aos policiais, a vítima disse que possui medida protetiva contra o ex-marido. Entretanto, o mesmo a ameaça com frequência. A mulher sofreu lesões no braço. O agressor não foi encontrado.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ABANDONO DE INCAPAZ

Criança de 2 anos é encontrada sozinha dentro de casa em Guarapuava

SEGURANÇA PÚBLICA

Forças de segurança de Guarapuava deflagram Operação Sinergia

MAIS UMA MORTE

Pelo segundo dia consecutivo, Guarapuava registra morte por covid-19

Comentários