Polícia Militar esclarece suposto caso de estupro em Guarapuava

"A menina tem problemas mentais. Ela informou que um tio havia a estuprado. Porém, esse tio é falecido há anos", informou a polícia

Polícia Militar esclarece suposto caso de estupro em Guarapuava (Foto: Arquivo/RSN)

A Polícia Militar esclareceu na tarde desta quarta (26), o caso de estupro registrado na delegacia da Polícia Civil em Guarapuava. Assim, conforme a PM, não houve o crime. “A jovem tem problemas mentais. Ela informou que um tio havia a estuprado. Porém, esse tio é falecido há anos”, informou a polícia.

Assim, a suposta violência sexual teria ocorrido na Colônia Vitória, no Distrito de Entre Rios. A jovem foi encontrada dentro de um bueiro e recebeu atendimento de uma enfermeira. A identidade da vítima não foi revelada.

Conforme a PM, a jovem de 19 anos é paciente do CAPS, danificou uma residência no distrito, e passou a noite com um homem. Ainda de acordo com a Polícia Militar, o exame ginecológico feito no hospital de Entre Rios, constatou que a jovem teve relação sexual recente, porém sem marcas de violência.

Por fim, a polícia informou que na tentativa de mascarar os fatos, a jovem se jogou dentro do bueiro e inventou o estupro.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COMBATE

Nova etapa do edital de combate ao Coronavírus engloba mais 12 cidades

CHICO, SEU FUJÃO!

Chico sumiu em Guarapuava neste sábado (28)

TECNOLOGIA

Feitas com impressoras 3D, máscaras de proteção são entregues em Guarapuava

Comentários