Polícias Rodoviárias fiscalizam ultrapassagens indevidas em Guarapuava

Os policiais rodoviários estaduais e federais fiscalizaram as rodovias BR-277 e PR-466 e multaram 81 motoristas

Polícias Rodoviárias fiscalizam ultrapassagens indevidas em Guarapuava (Foto: Ascom/Polícia Rodoviária Federal)

As Polícias Rodoviárias Estadual e Federal de Guarapuava fizeram nessa quarta (16) uma operação integrada nos principais trechos de rodovias que cortam Guarapuava. A ação de fiscalização buscou identificar possíveis situações de infração e alertar os motoristas para os riscos das ultrapassagens irregulares. Desse modo, a operação multou 81 motoristas.

A iniciativa mobilizou equipes ao longo da PR-466 e da BR-277, com policiais rodoviários trabalhando de maneira integrada, no mesmo horário, com foco na fiscalização de ultrapassagens indevidas. Dessa maneira, equipes diferentes estavam dispostas em pontos estratégicos nos trechos de rodovia em Guarapuava.

Mesmo estando em pontos distintos, havia troca de informações sobre as condições e estratégias de operação. Assim, um veículo identificado em situação de irregularidade acabava sendo parado pela equipe que estava no ponto seguinte de bloqueio.

Os policiais multaram 31 motoristas por passagens irregulares e sete motoristas por não utilização do cinto ou cadeirinha. Além disso, as equipes removeram oito veículos ao pátio e apreenderam cinco documentos até a regularização do veículo. No total, a operação abordou 230 veículos.

(Foto: Ascom/Polícia Rodoviária Federal)

CONSCIENTIZAÇÃO

Contudo, mais do que aplicar multa, a ação teve como objetivo o alerta e a conscientização. A ultrapassagem indevida é quando o motorista faz em local proibido e aquela que, mesmo em local permitido, é feita de maneira forçada, causando risco ao trânsito.

De acordo com a PRF, esta conduta está diretamente relacionada aos acidentes do tipo colisão frontal, que tende a resultar em graves consequências, tanto em danos materiais como em ferimentos e mortes. Bem como, ocorre a soma das velocidades dos veículos que transitam em sentidos opostos.

PUNIÇÃO

Já os motoristas que foram flagrados ultrapassando em local proibido receberam multa de R$ 1.467,35 e mais sete pontos na carteira de habilitação. Os que a operação flagrou ultrapassando de forma forçada, além de uma multa de R$ 2.934,70, terão a carteira de motorista suspensa.

Além disso, na fiscalização, os agentes também alertaram para outras situações de risco, como as condições dos equipamentos de segurança, a documentação do motorista e do veículo e a aplicação de testes do bafômetro.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

RELIGIÃO

Antiga sede da catedral passa a ser santuário no dia da Padroeira

COVID19

Doses vão zerar a fila dos funcionários ativos da Saúde, diz prefeito

HOMENAGEM PÓSTUMA

Prefeito decreta luto oficial de três dias pela morte de Bosco

Comentários