Prefeito de Mangueirinha deve exonerar cunhado que é secretário, diz MP

Prazo para decisão sobre exonerações de esposas acaba nesta quinta (25)

(Foto: Reprodução/Prefeitura de Mangueirinha)

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Mangueirinha, emitiu nova recomendação administrativa dirigida ao prefeito Elido Zimerman de Moraes para que seja exonerado do cargo, o secretário municipal de Viação e Infraestrutura, Claudino da Costa. O secretário é cunhado do prefeito e não tem qualificação para o cargo, o que afronta decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação ao nepotismo.

A recomendação lembra que a Súmula Vinculante 13, do STF, veta a nomeação de parentes, que só pode ser admitida em casos excepcionais, quando o nomeado tiver qualificação para o cargo. Entretanto, não é o caso do secretário de Viação e Infraestrutura, que tem como formação apenas o ensino médio completo, além de lhe faltar experiência profissional na área da pasta.

No documento, o MPPR argumenta que a nomeação foi baseada apenas no vínculo indireto de parentesco entre o prefeito e o secretário. Foi indicado pela Promotoria prazo de cinco dias para que o prefeito se manifeste quanto ao cumprimento da recomendação.

Esta não é a primeira recomendação feita pelo MP contra o nepotismo na Prefeitura de Mangueirinha. No dia 16 de abril, a Promotoria da Comarca havia expedido outras duas recomendações administrativas para que fossem exoneradas as esposas do prefeito e do vice-prefeito Leandro Dorini, Francieli dos Santos Soares, e  Rosane Pícoli Dorini, nomeadas para os cargos de secretária de Assistência Social e secretária de Políticas às Mulheres, respectivamente, por conta de nepotismo.

De acordo com a Assessoria Jurídica da Prefeitura, em entrevista ao Portal RSN,  nesta quinta (25) o prefeito encaminhará a sua decisão ao MP, nos casos da esposas. Porém, a assessoria disse que ainda não teve conhecimento da decisão do prefeito a esse respeito. Em relação a Claudino, como a recomendação foi recebida somente no fim da tarde dessa quarta (24), ainda há prazo para a decisão.

Relacionadas

ELEIÇÕES 2020

Justiça Eleitoral confirma inelegibilidade de José Vitorino em Pinhão

ELEIÇÕES

Pesquisa eleitoral mostra disputa 'embolada' em Guarapuava

ELEIÇÕES 2020

Burko continua em campanha, diz assessoria jurídica da coligação

Comentários