Procon de Guarapuava faz pesquisa de preço do gás de cozinha

Além da pesquisa de preço, o Procon de Guarapuava orienta os consumidores sobre alguns cuidados na hora de comprar o gás de cozinha

Procon de Guarapuava faz pesquisa de preço do gás de cozinha e orienta consumidores sobre cuidados que devem ser tomados na hora da compra (Foto: Divulgação)

O Procon de Guarapuava fez uma pesquisa de preço do gás de cozinha na cidade. Além disso, o órgão de defesa do consumidor orienta sobre alguns cuidados que devem ser tomados na hora da compra. Assim, conforme o coordenador do Procon de Guarapuava Paulo Lima, ultimamente muitos consumidores tem se manifestado quanto ao preço do gás de cozinha de 13 quilos, que chega a ser vendido por R$ 80.

Além disso, de acordo com o Procon, o preço praticado em Guarapuava é muito superior ao praticado em cidades mais distantes do porto. Um exemplo disso é o caso de Londrina, onde o produto ao consumidor chega a ser comercializado pelo valor médio de R$ 64,95.

“Entretanto, o preço praticado na venda do gás de cozinha não sofre qualquer tabelamento, de acordo com a Agência Nacional de Petróleo e Gás. Por isso, o órgão de Defesa do Consumidor não pode interferir no preço de venda do produto. Limita-se apenas a verificar a qualidade e quantidade do produto ofertado, bem como apurar práticas abusivas”.

Conforme o coordenador do Procon de Guarapuava, para constatar se o aumento do preço do gás de cozinha se caracteriza como prática abusiva, é preciso levar em conta a média divulgada pela ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Atualmente, para a cidade de Guarapuava a média é de R$ 78,70.

PESQUISA DE PREÇOS

Algumas medidas podem trazer economia na hora de comprar o gás de cozinha: uma delas é a pesquisa de preços. Além disso, de acordo com a ANP o revendedor deve manter uma balança para pesagem do produto, respeitando as quantificações constantes do rótulo, de acordo com o art. 18 do CDC.

“Por ocasião da compra, o consumidor deve estar atento se a revendedora não é clandestina. Além disso, se o botijão de gás não se encontra amassado e se o produto está devidamente identificado e dentro do prazo de validade”.

PESQUISA

Como forma de Defesa dos Direito do Consumidor, o Procon de Guarapuava apurou o preço do gás de cozinha praticado na cidade (AQUI). Foi verificado que o menor valor encontrado foi R$ 77. E o maior valor chegou a R$ 80, tendo como base o mês de fevereiro de 2020.

O Procon também disponibilizou os valores praticados no Paraná (AQUI). Por fim, de acordo com o Procon, a pesquisa se pautou em pesquisa oficial da ANP, divulgada no site: http://preco.anp.gov.br/.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Dois casos de covid-19 foram confirmados em Guarapuava neste domingo

SETEMBRO AMARELO

Pandemia reforça novos cuidados com a saúde mental

DIA DA ÁRVORE

Instituto Água e Terra desenvolve ação para o Dia da Árvore

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com